29 junho 2017

Perdoe o sentimentalismo barato

É que não é bem assim que funciona, moreno. Ela ainda não sabe ter equilíbrio entre a razão e o coração. Sua vontade mesmo é de gritar para o mundo que tá tudo errado, mas fica ali quietinha, observando de longe os passos que você preferiu dar sem tê-la por perto. Sua cabeça permanece longe, exatamente como nos dias anteriores. Alguns até se arriscam em dizer que ela se perdeu no mundo da lua. Quem dera. É que existem certas coisas que não se pode simplesmente deixar de lado e fingir que está tudo bem. Às vezes dói demais para forjar um sorrisinho torto. Não dá certo. Talvez ela se desculpe pelos olhos marejados, ou pelas palavras que não conseguiu proferir, mas tanto eu quanto você sabemos da verdade.
Num momento mais nada importa. Os sentimentos que ficaram acumulados na gaveta da cômoda, os planos nas noites de insônia retratados em olheiras mais fundas, as palavras jogadas ao vento, as mensagens trocadas em meio a saudade, a falta de tempo, ou de vontade. Bate um vazio enorme no peito. É que essas fotos não se encaixam. Elas não conseguem preencher a falta que faz. Talvez alguém devesse avisá-la que é assim mesmo. Eu até diria que não passa de um orgulho bobo, mas sei bem que é muito mais do que isso. É medo, receio. Não é uma simples melancolia.

É que ela sente demais e talvez eu a culpe por ser assim. A culpa é totalmente dela. Não há nenhuma outra pessoa responsável por isso. Só que depois de um tempo você aprende, moreno. Aprende que ela prefere um pouco da solidão quando a alma não vai muito bem. Aprende que sua grosseria é só uma máscara para a lágrima boba que insiste em cair. Aprende que, mesmo de longe, ela sempre vai pensar mais em você do que em si própria. É que o coração anda transbordando de saudade.

Ela não vai falar sobre isso, você sabe. Ela não tem coragem. Não consegue encontrar as palavras necessárias. E se, por um acaso, um dia encontrar, talvez se arrisque em escrevê-las. Talvez coloque num papel aquilo que a sufoca por dentro. Não que isso ajude, mas sempre se transforma em uma forma bonita de aconchego. Só que o semblante um pouco triste, que aparece de vez em quando nas dobrinhas da testa, me preocupa. Sei que há muito mais do que aparenta e muito mais do que ela deixa perceber. Um dia vai ficar tudo bem, todo mundo conhece essa teoria, mas hoje, a olhando sentada na beirada da janela, percebo que talvez não seja o suficiente. Nunca é.

32 comentários:

  1. Ain miga <3 Esses textos seus me matam do coração! Fazia um tempo que eu não passava por aqui, mas a vida está uma loucura _0_ De qualquer forma, amei <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu super entendo tua vida estar uma loucura, nem te conto sobre a minha aiuehuahe ♥ Que bom que gostou.

      Excluir
  2. Esses textos são tão inspiradores e lindos, Kelly!
    Já pensou em escrever um livro de crônicas?

    Eu ia amar ♥
    Blog M E R A K I

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que delícia saber disso ♥ Já pensei, mas nunca consegui levar a ideia em frente, quem sabe, né?

      Excluir
    2. Acho que você deveria levar a frente. Você é incrível, Kelly! ♥
      Escreve muito bem, e merece muito reconhecimento por esse dom.
      Eu compraria com toda certeza, amiga. E ficaria muito feliz se acontecesse. :)

      Excluir
    3. Poxa, acho que vou pensar no assunto depois desse apoio todo ♥♥ Obrigada pelo incetivo. É super válido pra mim.

      Excluir
  3. Caraca! Seus textos me emocionam demais as vezes, me identifico e já começo a chorar um pouco, isso é tão.... surreal. Não sei explicar, mas sei que amo <3

    A Garota dos Teus Olhos 

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu fico bem feliz sabendo desse tipo de coisa, sabia? Acho que nunca imaginei que pudesse, de fato, tocar alguém assim ♥

      Excluir
  4. Ai Kelly, que texto lindo, como todos os outros teus! Amo tuas palavras e teu jeito leve de escrever. Sinto muita saudade de passar mais por aqui, me bateu uma nostalgia da época em que éramos novinhas na blogosfera ainda hahah ❤

    Beijos!

    www.letrasnagaveta.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudade de três anos atrás, quando entrei de cabeça na blogosfera e não fazia ideia do que tava fazendo aiueiauhe. Eu conheci você e o Letras nessa época também ♥ É muito bom saber que sempre vai existir essa ligação.

      Excluir
  5. Ai, meu Deus! Que texto mais lindo. Tão cheio de sentimentos, transbordando. Em algumas partes parece até que sou eu. Amei demais e vou compartilhar.

    Beijos,
    Última postagemFanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que bom ♥ Não tem como falar de sentimentos e não transbordar pelas linhas, né? É quase como um desafio.

      Excluir
  6. Oi Kelly, tudo bem? Você sempre trazendo textos inspiradores. Fico completamente sem palavras ao ler tantos parágrafos que dizem tanto sobre mim. As vezes só precisamos por no papel esse turbilhão de sentimentos que habita nosso coração, mas as vezes nem nós mesmos sabemos como traduzir o que sentimos. Tudo está tão guardadinho, tão compacto, as vezes tenho até receio de mexer e tirar tudo do lugar... Quem sabe um dia vire palavras. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu fico aqui abismada sabendo que não sou só eu que sinto determinadas sensações, sabe? É como um acalento entender que tantas outras pessoas pensam dessa forma ♥ Quer um conselho? Mexe e remexe nesses sentimentos guardados. Faz bem!

      Excluir
  7. É difícil falar, às vezes a gente se sufoca com esses nós de palavras não ditas entaladas nas garganta. Então a gente escreve. E espera que entendam e nos leiam e nos decifrem. É o que eu acho.
    Ah moreno, espero que veja além dessas coisas que todo mundo vê.
    Texto lindo, Kelly. Você é demais!
    Mil beijos

    Com carinho, Beca; Café de Beira de Estrada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Palavras entaladas é como um estrangulamento, não é? A gente fica sem saber o que fazer, como sair disso. Mas a escrita ajuda tanto, tanto ♥ Também espero que muitos morenos vejam mais do que lhe é capaz. Enfim, obrigada pelo carinho, Beca.

      Excluir
  8. Que texto foi esse? Me emocionei tantooo ❤ Estou apaixonada! Sim, as vezes guardamos só pra nós, e as vezes, embora o grande tamanho do coração, as coisas sufocadas acabam saindo e tudo em que acreditamos desmorona! Ficamos no nosso mundo, pelo menos eu, por algumas pessoas "na brisa" ou realmente no mundo da lua como disse, mas estou apenas refletindo minhas angustias e tentando me evitar de desmoronar ❤ Opáaa,brisa demais pra um comentário só! Beijoo! Amei o blog ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que delícia de comentário ♥ Fico bem feliz que tenha se identificado com o texto. Às vezes, parar e pensar sobre nossas atitudes e escolhas é muito bom. Só assim conseguimos ver o que está acontecendo e até onde podemos chegar.

      Excluir
  9. Que lindo seu texto ❤ que escrita maravilhosa, que emoção vc passou nele. Parabéns. Me identifiquei demais com a menina do texto. Acho que muitas garotas irão se identificar.
    Um beijo, sucesso.
    www.rainaracarolina.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tomara que muitas pessoas se identifiquem mesmo ♥ Muito obrigada pelas palavras, moça.

      Excluir
  10. "É que ela sente demais"; "ela prefere um pouco da solidão quando a alma não vai muito bem"; "sua grosseria é só uma máscara para a lágrima boba que insiste em cair"; "ela sempre vai pensar mais em você do que em si própria" ... Minha própria descrição. As vezes é ruim sentir demais, nem a fachada de orgulho consegue esconder o choro que quer sair. É muito real isso de querer ficar sozinha as vezes, mas mais que tudo eu quero que alguém perceba as vezes que eu me isolo pra que alguém me encontre. É meio contraditório e difícil de adivinhar, mas vale a pena pelo abraço no fim da história.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sempre fui muito do contrário, sabia? Sempre gostei de me isolar para ficar isolada mesmo, sem ter com quem me preocupar ou conversar. Gosto desse momento de eu comigo mesma, mas entendo essa sua sensação de querer se isolar para ser encontrada. Isso é muito real ♥

      Excluir
  11. Ah, e que texto maravilhoso! Sério. Me identifiquei demais, e senti tuas palavras dentro de mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, moça ♥ Fico bem feliz em saber que se identificou.

      Excluir
  12. Menina, que texto maravilhoso e real!! Parabens viu!!!

    ResponderExcluir
  13. "Aprende que ela prefere um pouco da solidão quando a alma não vai muito bem. Aprende que sua grosseria é só uma máscara para a lágrima boba que insiste em cair." Me vi no teu texto, mas me vi mais ainda nesse trecho. Quando a alma não vai bem e pede um pouco de paz eu prefiro a solidão e também tenho a terrível mania de disfarçar tristeza com grosseria, os meus amigos sempre falam isso para mim.
    Teus textos são inspiradores, cada texto é um "tiro". Tua escrita é maravilhosa, Mulher! ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que delícia saber disso ♥ É muito bom saber que se identificou e que entende essa sensação de acabar se fechando por impulso. Infelizmente a gente acaba fazendo coisas assim sem motivo, mais por sentimentos mesmo. Mas obrigada, obrigada pelas palavras.

      Excluir
  14. "...Sua vontade mesmo é de gritar para o mundo que tá tudo errado, mas fica ali quietinha, observando de longe..." Sim, com certeza ;(
    Quanta saudade que eu tenho de passar por aqui, eu amo seus textos, o jeito como você escreve de uma forma transparente e que eu me identifico tanto, inclusive esse, me deixam super feliz queria escrever bonito assim também hahaha enfim, belíssimo texto ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe que escrever é só habilidade? Você vai pegando o jeito com o passar do tempo e da quantidade de textos escritos rs ♥ Muito obrigada pelas palavras, fico bem feliz por saber disso tudo.

      Excluir
  15. Tô aqui namorando esse texto, e sentindo aquela dorzinha no coração.
    Ás vezes precisamos respeitar a solidão do outro, mesmo quando o nosso desejo é fazer ninho né.
    Você sempre arrasa ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Respeitar a solidão do outro é um dos segredos mais bonitos ♥ Só quem consegue fazer isso sabe o valor que tem. Obrigada pelas palavras, Cami.

      Excluir

Design e conteúdo por Kelly Mathies | Tecnologia do Blogger | Com amor ❤