10 maio 2017

Um desabafo sobre amadurecimento

Semana passada completei 21 anos. Até então não tinha parado para pensar sobre o assunto, mas li recentemente um texto sobre amadurecimento e me perdi em um turbilhão de sensações esquisitas. Sempre que alguém pergunta minha idade, a primeira coisa que vem na minha cabeça é quando tinha 16 anos, ou seja, essa geralmente é a minha resposta, mas aí eu volto à realidade e me dou conta de que não, não tenho mais 16, 17 ou 18. Tenho 21. Só que continua sendo estranhamente igual, porque minhas escolhas ainda continuam sendo as mesmas daquela época. Meus gostos não mudaram e ainda paro para cantar amendobobo do Bob Esponja.
Lembro que há uns cinco anos atrás, quando estava terminando o Ensino Médio e me preparando psicologicamente para a faculdade, levei um choque de realidade e entrei em uma crise existencial imensa. Eu não sabia o que fazer dali em diante, não fazia ideia de que curso escolher, não tinha segurança sobre um emprego bacana ou sobre meus relacionamentos. Eu me sentia completamente perdida, e ainda me sinto, para ser sincera. Era como se eu estivesse em um julgamento e fosse obrigada a optar por um caminho. Então prestei vestibular, me candidatei para algumas vagas de estágio, comecei a pensar sobre o meu futuro, sobre as pessoas que me acompanhariam a partir dali.

Mas a vida gosta de pregar uma peça, não é mesmo?

Não passei no vestibular, não consegui um estágio, acabei entrando para uma faculdade particular e para um curso de comunicação. Logo eu, a pessoa mais tímida do mundo! Também perdi inúmeras pessoas que eram próximas, passei a ter uma vida noturna da qual não estava acostumada e a ter responsabilidades que não queria que fizessem parte do meu dia a dia. 

Isso tudo me mudou muito.

Eu passei a ser a pessoa mais falante possível e aprendi a puxar assunto sobre qualquer coisa que se possa imaginar. Meu namoro acabou e precisei de um tempo para me redescobrir como pessoa. Conheci pessoas incríveis que mudaram minhas noites de aulas chatas e incansáveis. Perdi mais alguns "amigos". Consegui um estágio na área que resultou em uma recente contratação. Encontrei novas pessoas que poderiam render relacionamentos duradouros, mas não renderam. Mudei meu estilo e mudei de novo. 

A verdade é que a gente nunca está preparado para mudanças, mas quando elas acontecem por conta própria, acabamos nos adaptando. E sabe do que mais? Isso acaba sendo incrível. Gera um sentimento estranho de querer mais, de torcer para que haja novas oportunidades para trocar as coisas de lugar. Só que isso nem sempre é o suficiente para mudar a nossa essência.

Eu ainda fico vermelha quando vejo alguém me encarando. Ainda me enrolo toda com as palavras quando perco o foco. Ainda não aprendi a fazer uma coisa de cada vez. Ainda sou uma boa CDF que detesta tirar nota baixa. Ainda continuo sem pegar recuperação. Ainda não aprendi a gostar de balada. Ainda prefiro minha solidão à companhia de outra pessoa só por comodismo. Ainda gosto de ver filmes clichês durante o fim de semana. Ainda odeio trabalhos em grupo.

Mas não sei se isso chega aos pés do quanto evolui.

Não tenho mais vergonha de apresentar trabalhos na frente de uma multidão. Aprendi a ter coragem de falar o que sinto, mesmo que isso possa magoar outra pessoa. Aprendi a ter atitude e lutar por aquilo que tanto quero. Aprendi que sempre vou precisar de um tempo só meu, porque o mundo é um lugar extremamente carregado. Finalmente entendi que respeitar o outro é muito mais fácil e caloroso do que sair por aí julgando. Aprendi a escutar funk e sertanejo. 

Eu nunca imaginei nenhuma dessas coisas. Sempre me vi como uma pessoa recatada, mas aí aconteceu algo bizarro no meio do caminho e me tornei isso. Tenho orgulho, mas ao mesmo tempo tenho medo. Tenho medo de me tornar uma adulta chata e hipócrita que nunca está contente com nada. Eu quero mais do que isso, mas sinto que não sei se vou ser capaz de acompanhar meu próprio ritmo. Tenho muito medo de envelhecer, não fisicamente, mas mentalmente. Tenho medo que um dia, ao me deparar com Bob Esponja na televisão, sinta vontade de trocar de canal. 

Sei lá. 

O mundo é uma caixinha de surpresas, eu sei disso. Só espero, de dedinhos cruzados, para que seja uma surpresa sensacional, porque não quero ser o que almejo, quero me surpreender comigo mesma e poder pensar "Caraca! Olha como eu mudei". Como boa taurina que sou, nunca fui muito fã de mudanças, mas ultimamente ando me agarrando em inúmeras delas.

26 comentários:

  1. mudanças são boas, nos mudam e nos fazem amadurecer, daqui a menos de um mês eu também vou estar completando 21, e cara eu sinto o mesmo que você, ainda me sinto uma menina, uma adolescente, e minha vida ainda ta tão bagunçada, não sei o que quero fazer e sei lá, as vezes parece que só estou existindo, eu estou precisando de uma grande mudança também. E alias meus parabéns, muitas felicidades e muito sucesso!

    Blog Entre Ver e Viver

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É tão difícil essas transições, né? A gente se vê meio perdida no meio do caminho, sem saber exatamente pra onde deve ir. Já vou te dar os parabéns adiantados rs, e muito obrigada pelo carinho ♥

      Excluir
  2. Mudanças são sempre necessárias e apesar de não entendermos no começo, a gente sempre arruma um jeito de se adaptar. Passei por algumas mudanças desde que completei os 18. Não passeina faculdade como os meus amigos, sai da casa da minha mãe, mudei de cidade e tive que aprender a me virar sozinha porque não teria mais minha mãe por perto pra me ajudar como antes, passei meses procurando um emprego...enfim. Agora, com 19, estou na faculdade e trabalhando, sinto como se eu nao estivesse fazendo o que deveria fazer. Não em relação a faculdade, mas em relação a vida. Passei por uma crise existencial outro dia desses por não saber o que estou fazendo nesse mundo. Uma verdadeira loucura. Mas acredito que tudo faça parte das mudanças que acontecem. E no final, a gente acaba aprendendo com isso tudo. Ah, acabei desabafando aqui, rs. Mas tudo para dizer que amei seu texto. Você me descreveu bastante, eu super me identifiquei. Enfim, o texto está muito bacana!! ❤ E parabéns pelos 21!! Muito sucesso, saúde e prosperidade na sua vida. ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito complicado perceber que não temos mais 10 anos de idade e que as coisas não virão até nós com uma carinha linda de choro rs. Infelizmente, ou felizmente, não sei ainda, a vida nos obriga a crescer, a seguir em frente e lutar por aquilo que tanto sonhamos. Acabamos aprendendo um punhado de coisa no meio de caminho, como no seu caso, em que precisou aprender a cuidar de si mesma e a sair por aí, nesse mundo estranho. É doloroso até certo ponto, porque realmente nos vemos perdidos, sem saber em que direção seguir, mas no fim das contas tudo se encaixa. Tudo sempre dá um jeito de acontecer ♥ Muito obrigada pelo desabafo e pelas palavras.

      Excluir
  3. Eu estou passando exatamente por isso e vou compartilhar um pouco do meu drama com você, pois eu me senti em seu texto e quero te agradecer por escrever.

    Eu tenho 17 anos e ano que vem vou cursar uma faculdade, o curso? Eu nem se quer tenho ideia, são tantas dúvidas sobre escolher algo para cursar a vida inteira. O medo vem me perseguindo, sem falar na pressão do "será que você vai passar? será que você vai ser a única a continuar na sua cidade?" Isso está acabando comigo, são tantas preocupações para uma mente que só queria sossego, conhecer o mundo e viver intensamente. Pretendo e estou estudando para fazer o Enem final do ano e o medo de errar, de perder pontos por besteiras está me consumindo.

    Todo mundo da minha escola tem um destino e eu sou aquela do "O que eu estou fazendo da minha vida?", isso tudo está me deixando em uma crise existencial sem tamanho, isso machuca e é totalmente horrível. Tenho que aprender que o medo está me prendendo e que eu preciso ser mais confiante. Obrigada por essa possibilidade de desabafar, talvez você nem leia tudo, mas muito obrigada, eu precisava da sua postagem.

    afogandonachama.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E eu quero te agradecer por ter confiado nas minhas palavras para desabafar ♥ Infelizmente entendo perfeitamente a tua situação, mas posso te dizer uma coisa? Não se cobre tanto assim. Na minha opinião, o Enem não passa de uma prova ridícula que dificulta muito as coisas. Eu não passei em nenhuma das duas vezes, fiquei chateada e perdida, mas não é bem por aí. Você tem uma vida inteira pela frente para se descobrir e entender o curso que realmente quer escolher. Ou, ainda, se vai preferir fazer um técnico, se quer somente se especializar ou se só quer trabalhar. Quer um segredo? Você não é obrigada a nada. E quer outro segredo? Garanto que essas pessoas que se dizem 100% entendidas da própria vida não se sentem assim. Ninguém nunca vai estar certo das coisas ou das escolhas. É muito complicado se ver pleno em algum assunto sem ter aquele resquício de dúvida.

      Espero, de coração, que dê tudo certo com as suas provas, mas se não der, não se sinta culpada ou incapaz. Tenho certeza de que você é uma pessoa incrível e vai encontrar outras possibilidades. A vida é isso. Um jogo de possibilidades. Se não der certo, tenta de novo, e se não quiser, bola pra frente. Terá muitas oportunidades por aí te esperando ♥

      Excluir
  4. Muito diferente de uma aquariana que adora mudanças, que vê isso como um sentimento de liberdade. Porém, nos últimos tempos, depois de muito me decepcionar com a vida, eu entrei na minha bolha e quando acontece algo diferente, já me vejo colocada contra a parede, me sinto acuada. Aos poucos eu vou acostumando, mas já não vejo mais mudanças como antes. É aquela comodidade que bate a porta quando os anos vão passando. Mas consigo entender perfeitamente o que tu quer dizer sobre mudar e ao mesmo tempo não. Acredito que parte do que não muda, é nossa essência, coisa que é raro ter alterações. Já o que muda, eram gostos, forma de pensar sobre algo. Coisas que são normais de mudarmos de opinião ou jeito. Mas isso é algo bom, muito bom. Mesmo que ainda se sinta uma adolescente. Aliás, tenho 27 e me sinto com 18, não só na forma de me vestir muitas vezes, mas na aparência e forma de ser. Mesmo eu sendo bem pra frente, tenho espírito muito jovem, bem liberal. Bem vinda a casa dos 20 e as reflexões sobre a vida...

    Ah! Parabéns atrasado.

    Beijos,
    Última postagemBlog Gaby DahmerFanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A vida tem desses momentos também. Às vezes, amamos uma mudança e estamos acostumados com isso, mas acontece algo que nos prende, nos faz parar. Mas não se acomode. Temos que aprender a viver intensamente e a curtir os momentos como nunca ♥ E quanto a nossa essência, ela realmente permanece intacta. É ela que nos molda e nos faz ser quem somos. Ainda me sinto uma criança com altura desnecessária e responsabilidades que não gostaria, mas sei que isso é algo meu, assim como o seu jeito.

      Obrigada pelas palavras, moça ♥

      Excluir
  5. Bem, amiga, melhor do que eu você está, certeza. Em Novembro também completo 21, mas nunca consegui me decidir e fiquei por aí mesmo. Mas sei como é estranho esta fase de estar amadurecendo sem sentir que isto está realmente acontecendo. Às vezes, todos os dias praticamente, olho pra mim e me pergunto se estou sendo como alguém na minha faixa etária deveria estar sendo. Tipo, eu acabei de me mudar, sozinha,s em pais nem nada, só meu noivo de bagagem , e olha lá, noivo, sendo que já vivemos como amrido e mulher, e cara, sou casada, mas me sinto com a mentalidade da mesma garota que terminou o ensino médio há três anos e não sabia pra onde ir a partir dali... Enfi... foi bom desabafar também :)

    Blog Insaturada
    Facebook
    Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe que você não precisa se prender tanto a isso. Não precisa ficar pensando se você condiz com sua faixa etária. Cada pessoa tem o seu próprio jeito, sua própria forma de conduzir a vida e de encarar os acontecimentos. Se todos fôssemos iguais, não teria tanta graça. Seria chato e monótono. Tenho certeza de que, em algum momento, você vai conseguir se encontrar ♥

      Excluir
  6. Ah, seus desabafos caem feito luva no meu cotidiano. Compartilho dos mesmos sentimentos que você. Amadurecer é difícil, requer tempo, paciência e compreensão. Atualmente, estou numa crise de identidade imensa, não sei como sair daqui e as vezes nem sei se quero. Fico pensando em como será quando eu for adulta, sendo que meio que já sou, mesmo sem ter tanta responsabilidade ainda.
    Ai, é complicado crescer, viu? Porque não avisaram antes?
    No entanto, meu desejo é que você tenha sucesso, que continue escrevendo assim, lindamente e que tenha sucesso. Tenho certeza de que você é uma pessoa adorável a qual eu super seria amiga. <3
    Beijo, Kelly!

    www.vestidinhojeans.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito difícil. Também queria um manual de instruções, mas acho que a vida não teria tantos mistérios para serem resolvidos se soubéssemos tudo. No fim, cada passinho é um aprendizado e uma bagagem para colocar na história ♥ Fico bem feliz que tenha se identificado e que me teria como amiga rs. Isso já deixou meu dia mais bonitinho.

      Excluir
  7. As mudanças são necessárias para que nos tornemos pessoas melhores, vamos aprendendo com os erros e amadurecendo. Nossa essência continua a mesma, mas vamos descobrindo novas sensações, novas características de nós mesmos, vamos nos redescobrindo. Estou aprendendo a lidar com as mudanças drásticas na minha vida e isso tem sido maravilhoso, tenho crescido de uma forma inexplicável. Crescer faz bem!

    http://lenabattisti.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente cresce muito quando começa a entender que essas mudanças sempre caem para o lado bom. Nos redescobrimos por completo e isso é uma delícia ♥

      Excluir
  8. A vida é mesmo cheia de mudanças, ja tive várias ao longo da idade, mudei com 21, com 31 e estou prestes a mudar de novo pq tudo na vida se renova e se transforma, só quero poder um dia olhar pra trás e sentir orgulho da pessoa que me tornei, e até agora to me saindo bem.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que bom saber que está se saindo bem ♥ Tudo se renova, isso realmente é um fato que merece atenção. Nós nos transformamos o tempo inteiro, às vezes por motivos bobos, outras por necessidade.

      Excluir
  9. Mesmo eu reclamando, eu gosto de mudanças. A maior delas aconteceu esse ano, e eu percebi que estava entrando no mundo adulto quando fui largada na faculdade sem saber para onde ir e tendo que me virar sozinha para descobrir onde seria a aula haha. A gente percebe um amadurecimento e isso é bom, mesmo que pareça assustador no começo.

    Adorei seu texto, pois me encontrei nele em diversos momentos ♡ boa sorte com todas as coisas que você almeja!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito complicado passar por momento assim, onde a gente se sente perdida, sem saber exatamente por qual caminho começar rs. Mas é muito bom quando nos firmamos. Eu fico feliz por você estar passando por isso, tenho certeza de que vai te agregar um conhecimento de mundo imenso ♥

      Excluir
  10. Mudanças costumam ser bem-vindas... Todo mundo tem, pelo menos uma vez na vida, uma crise existencial. Alguns só tem uma e outros tem a todo momento. É normal, faz parte do ser humano querer se encaixar, a sociedade nos programou para isso. De qualquer forma, eu acredito em mudanças, mas principalmente em amadurecimento. Como vc disse, ainda continua com vários hábitos ou com a mesma personalidade, mas de uma forma evoluída e madura. Isso nos faz grandes seres humanos. Evoluir e amadurecer sem deixar a nossa essência partir. Tenho sentimentos semelhantes aos seus e muitas vezes eu penso: sou uma pessoa diferente! Mas aí vem a vida e me coloca numa situação em que eu vejo que ainda sou a mesma, porém evoluída e madura. Adorei seu texto! Exprime o sentimentos de muitas pessoas e nos ajuda a se encaixar um pouquinho mais <3 Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente isso, moça. Cada pessoa tem seu próprio jeito de amadurecer, às vezes de forma singela, outras de forma mais exposta. Nem sempre a mudança de hábito é uma prova de amadurecimento, isso vai muito de cada um, de cada aprendizado e vivência. "Tenho sentimentos semelhantes aos seus e muitas vezes eu penso: sou uma pessoa diferente! Mas aí vem a vida e me coloca numa situação em que eu vejo que ainda sou a mesma, porém evoluída e madura." Preciso concordar com tua citação, porque a vida sempre consegue nos provar o contrário, basta que saibamos do que realmente somos capazes ♥

      Excluir
  11. Quero guardar esse texto dentro de um potinho, como faz?
    Kelly, eu me identifiquei bastante contigo. Tive um choque de realidade quando terminei o Ensino Médio, é a partir dali que tudo começa. E realmente, o mundo e a vida são uma caixinha de surpresas. A gente nunca tá preparado e quando vem algo novo, é meio estranho.
    Sou bem difícil em me adaptar em alguma coisa nova, em um novo ambiente e encerrar um ciclo é bem complicado, mas tudo tem seu fim, né?
    Eu também mudei bastante, por dentro e por fora. E espero mudar pra melhor quando eu for mais velha, assim como você.
    Ahh, parabéns atrasadinho! Que esse novo ano seja iluminadíssimo <3

    Beijos, quebrarosilencio.blogspot.com ❥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que linda ♥ Infelizmente a gente tem esse choque de realidade que mais parece um acidente grave. Ficamos totalmente à deriva do que nem sabemos que pode acontecer, mas aprendemos muito também, carregamos ensinamentos incríveis ao longo do tempo e isso nos molda para o futuro. Enfim, muito obrigada pelo carinho ♥

      Excluir
    2. Kelly, só pra te avisar que eu gostei tanto do teu post que coloquei lá no blog no meu resumo do mês de Maio! Hehehe =))

      Beijos, quebrarosilencio.blogspot.com ❥

      Excluir
    3. Ah, que linda, muito obrigada ♥ Vou lá conferir.

      Excluir
  12. Menina, textos como esse me lembram a razão pela qual ainda vale a pena ler, comentar e ter um blog para escrever. Ah, estou nas nuvens com esse post deliciosamente pessoal. Thank you!!!
    Beijos!
    http://vivendolaforanoseua.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que delícia saber disso ♥ Fico muito muito feliz por saber que se sentiu assim ao terminar a leitura.

      Excluir

Design e conteúdo por Kelly Mathies | Tecnologia do Blogger | Com amor ❤