01 maio 2017

A Última Camélia, de Sarah Jio

Enquanto em alguns momentos temos decepções literárias de partir o coração, em outros acabamos conhecendo livros incríveis que jamais pensaríamos ser surpreendidos. A Última Camélia é um grande exemplo disso. Eu comecei a leitura sem muita animação, torcendo para ser um romance água com açúcar que tanto gosto, mas fui pega de surpresa por uma história envolvente e misteriosa que prende o leitor com unhas e dentes, literalmente. Apesar de não ser muito fã de livros que intercalam narrativas entre períodos de tempo muito grandes, consegui acompanhar a trama e fiquei feliz por ter dado uma chance. Tanto os personagens quanto as entrelinhas ficaram guardados num cantinho do meu peito. Vai ser difícil esquecer.
Ano de 1940. Flora vem de uma família simples que comanda uma pequena padaria. Seu maior sonho é a botânica, mas a vida é um pouco mais complicada do que isso. Em busca de uma vida melhor para os pais, ela acaba aceitando a oportunidade de trabalhar de fachada como babá na Mansão Livingston enquanto procura uma rara espécie de Camélia, em troca de uma quantidade mais do que aceitável. Ano de 2000. Addison é paisagista, casada com um escritor incrível que enxerga os pequenos detalhes da vida para compor suas histórias. Ele vem de uma família com muitas posses, incluindo a Mansão Livingston. Quando alguém do passado resolve voltar a atormentá-la, Addison aceita a proposta do marido para passar uma temporada na mansão, no entanto, o lugar terá muito o que lhe ensinar e assombrar.

Título: A Última Camélia
Autor: Sarah Jio
Páginas: 320 páginas
Editora: Novo Conceito
❤ Livro cedido em parceria com a editora
Às vésperas da Segunda Guerra Mundial, a última espécie de uma camélia rara, a Middlebury Pink, esconde mentiras e segredos em uma afastada propriedade rural inglesa. Flora, uma jovem americana, é contratada por um homem para se infiltrar na Mansão Livingston e conseguir a flor. Sua busca é iluminada por um amor e ameaçada pela descoberta de uma série de crimes. Mais de meio século depois, a paisagista Addison visita na mansão, agora de propriedade da família do marido dela. A paixão por mistérios é alimentada por um jardim de encantadoras camélias e um velho livro. No entanto, as páginas desse livro insinuam atos obscuros, engenhosamente escondidos.
A paixão pelas flores é a grande responsável por fazer a vida de Flora e Addison se cruzarem. Assim que chega na mansão, Addison se depara com uma antiga governanta, Senhora Dilloway, que se recusa a deixar o lugar. Além dos poucos sorrisos, a mulher também se parece um tanto misteriosa, não permitindo que o casal entre em determinadas portas. Mas a paisagista é curiosa e acaba entrando por acidente no quarto da antiga Senhora Livingston, onde encontra um caderno repleto de espécies de flores e códigos indecifráveis. Seu marido, por outro lado, vê nisso tudo uma grande oportunidade de começar a escrever seu novo livro.
Flora, assim que conhece a família Livingston, é surpreendida por funcionários obscuros, um Senhor Livingston sem esperanças e crianças impassíveis. No entanto, enquanto o tempo passa, a garota acaba se distanciando do seu real objetivo e encontra mistérios não resolvidos por todos os cantos. Mistérios esses que fazem sua vida se tornar um conto de fadas e, ao mesmo tempo, um grande pesadelo.

A Última Camélia é um livro muito intenso, desses repletos de detalhes que fazem o leitor viajar de forma absurda nas entrelinhas da história. Eu tive um pouco de dificuldade no começo para assimilar as duas personagens principais, sendo que elas estão vivendo séculos completamente diferentes, mas a troca da formatação da fonte entre uma e outra me ajudou a ligar os fatos. Além disso, suas características e particularidades são bastante reais e fictícias, o que me agrada e me incomoda também, mas acabei aceitando e deixando a história me envolver. 
A diagramação é simples e não contém muitas riquezas que chamam atenção, mas a capa é linda. As folhas são amareladas e os capítulos são divididos entre Addison e Flora, com fontes diferentes para as duas. Apesar de ser um livro grosso, a leitura flui com leveza e rapidez. A autora soube como depositar pequenos mistérios ao longo das páginas para que qualquer pessoa seja surpreendida no final. Em diversos momentos pensei que sabia exatamente o que iria acontecer a seguir, mas a trama sempre seguia outro rumo e eu ficava vidrada para saber o desfecho. 

Admito que não conhecia a escrita da autora, mas já tinha conhecimento de alguns dos seus livros publicados. De qualquer forma, essa primeira experiência foi muito positiva e o livro ganhou um lugarzinho todo especial na minha lista de favoritos, não somente pela história em si, mas por toda sensação que tive junto aos personagens, pelas emoções e surpresas que a autora preparou, assim como pelas lições que pude aprender. Sei que sou muito suspeita para falar, já que são poucos os livros que desaprovo, mas este me encantou por completo e não poderia deixar de indicar.

20 comentários:

  1. Oi lindinha, que legal quando a gente gosta de um livro não é? Eu adoro ser surpreendida positivamente. Vários livros que eu peguei achando que seria "o livro da minha vida" e não foram. Mas tiveram alguns que eu peguei sem a mínima vontade e eu não conseguia parar de ler. Confesso que esta temática que você abordou não faz muito minha cabeça, na verdade, achei a história um pouquinho confusa. Livros que alternam momentos na narrativa devem ser bem escritos, tipo um Brás Cubas - classicãão que faz várias digressões. Enfim, vou anotar o nome deste livro, quem sabe mais adiante eu o leia? Beijosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente as leituras tem disso, né? A gente pega um que parece ser incrível e acaba não ganhando nada com ele, enquanto que outros nos conquistam por completo ♥ A história é um pouco confusa, sim, porque ela liga dois períodos super distantes, mas ao menos tempo tudo é muito bem amarrado, então você consegue acompanhar todos os detalhes sem problemas. Espero que consiga dar uma chance.

      Excluir
  2. Nossa só lendo o que você escreveu já me deu uma vontade imensa de ler esse livro, no meu ponto de vista deve ser um livro um tanto envolvente e pode ser que eu goste ein, vou colocar na minha lista de livro (que está enorme)

    www.sindromedoluxo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que consiga ler ♥ O livro é muito bonito e cheio de lições nas entrelinhas. Vale a pena dar uma chance e tentar entender a história.

      Excluir
  3. Não sou muito fã de livros assim, me confundem bastante! hahahaha Mas a história parece muito interessante, não me cativou muito, mas a sua escrita me deixou bem curiosa quanto ao livro. Ficou para minha lista dos talvez! hahaha Mas muito bom, sério, gostei demais da sua escrita!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também não sou, mas a autora conseguiu diferenciar os dois períodos de forma muito objetiva, então o leitor consegue acompanhar os acontecimentos sem ficar perdido na história. Mas enfim, espero que consiga ler um dia. E muito obrigada pelo carinho ♥

      Excluir
  4. Não conheço a autora, mas pela sua resenha já me deu curiosidade de ler o livro é saber o desfecho desta história , principalmente para saber os mistérios...
    Kah Pacheco-recatadas.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O desfecho é surpreendente e me chamou bastante atenção. Tomara que consiga ler em breve e entender os mistérios envolvidos ♥

      Excluir
  5. Olá, o livro parece ser bem interessante, ainda que seja totalmente diferente do que imaginei quando vi essa capa!
    Beijos
    Mari
    www.pequenosretalhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa realmente remete a uma história bem diferente, mas confesso que ambas são lindas rs ♥

      Excluir
  6. Adorei sua resenha! Goato de livros interessantes e que nos fazem prestar muita atenção. Fiquei curiosa com essa abordagem de 2 personagens principais em seculos diferentes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É diferente, sabe? Acho que isso resume tudo rs. Eu gostei bastante da história e me surpreendi positivamente diversas vezes. Vale a pena conhecer ♥

      Excluir
  7. Essa história que se desenrola por conta de uma flor me fez lembrar vagamente da novela Alma Gêmea, a união do casal não foi a partir da flor, mas as rosas sempre estiveram presentes e tornaram a história uma grande obra prima. Deixando de bla bla bla sua resenha me despertou uma curiosidade enorme em conhecer esse livro, ainda mais por que foge daquilo que imaginamos que vá acontecer, sempre fui fã de obras que nos surpreendem de uma forma inimaginável! Abraços e parabéns pelo belo post 😊

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não lembro muito bem da história de Alma Gêmea (e olha que eu amava essa novela rs), mas pelo que falou citou, tem um pontinho de coincidência mesmo ♥ Espero que consiga dar uma chance ao livro, ele é muito bom.

      Excluir
  8. Gostei muito da sua resenha ! Fiquei super interessada em ler o livro, parece que a história vai nos deixando envolvidos!! Vou colocar na minha lista ! Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é claro que deixa. É difícil um livro não deixar o leitor envolvido rs ♥

      Excluir
  9. Oi!
    Confesso que adoro livros que se passam no período da Segunda Guerra. Fiquei curiosa ´para saber como a autora fez essa transição de tempo.

    Beijos!
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A autora fez um trabalho incrível com a história ♥ Admito que também gosto muito de histórias que se passam em épocas mais antigas.

      Excluir
  10. So pelos trechos que li no seu post fiquei encantada pela história, realmente muito envolvente e me despertou o interesse em
    Ler o livro todo, muito obrigada pela dica de leitura.
    Beijinhos Lidi

    www.lidianealberghini.com.be

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que dê uma chance ao livro, ele realmente é bem interessante e instigante ♥ Você acaba se envolvendo em cada cena, mesmo que não queira rs.

      Excluir

Design e conteúdo por Kelly Mathies | Tecnologia do Blogger | Com amor ❤