03 março 2017

Chocolate derramado

Em meio à correria do dia a dia, ela se sentou na beirada da janela observando a coloração cinzenta das nuvens lá fora. A chuva insistia em cair desde cedo.  Fazia frio, mas o chocolate quente em suas mãos resolveria qualquer mudança climática, tenho certeza disso. Ela pousou a caneca em seu colo e desenhou algo nas vidraças embaçadas. Poderia ser uma sigla ou um coração desajeitado, não tinha uma forma perfeita e qualquer um imaginaria opções viáveis, afinal, talvez realmente não fosse para ser significativo, bastava ser para ela. Bastava que aquele pequeno desenho tivesse alguma importância, quem sabe uma lembrança. Mas por acaso alguém bate em sua perna e lá se vai o chocolate no chão. Em um impulso, ela desfaz o que havia desenhado.
Não me contive em a observar de maneira simples, gostaria de perguntar o que era aquilo no vidro, de entrar em uma conversa corriqueira sobre a vida de outra pessoa, de poder traduzir aqueles rabiscos e talvez contar uma história sobre eles. Não o fiz. A vi levantar um pouco enfurecida com o tal homem insistindo em lhe pedir desculpas pelo chocolate derramado. Ouvi de longe um "está tudo bem, deixa para lá", e só. Ela se foi. Olhei para os lados me certificando de que ninguém notara minha atenção e andei até a janela. Me sentei da mesma forma que ela havia feito e parei por um momento.

A rua estava vazia como sempre, não havia sinal nenhum de automóveis ou pessoas caminhando. Aquele corredor do prédio seguia em direção à uma avenida antiga, daquelas em que as casas são de madeira com estilos vitorianos clássicos. Gostava de me sentar ali, olhar a maneira como algumas crianças brincavam, escutar o barulho do mar mais adiante. Sempre com um caderno em mãos.

Mas não é mais o meu esconderijo secreto, afinal, alguém já o descobriu e estava tão familiarizado com ele quanto eu.

Me lembrei por qual motivo estava ali e conferi o que gosto de chamar de vidraça de papel. Era realmente um coração, a marca ainda estava ali, mas o que eu pensava ser siglas, era apenas a parte rachada. Um coração quebrado? Já houve dias em que enxerguei uma junção de nomes, talvez de um novo romance. Já encontrei palavras aleatórias, talvez de alguma paixão secreta. Já vi marcas de mãos pequenas, de uma criança, provavelmente. Já achei símbolos que nunca os entendi, mas que deveriam ter algum significado escondido.

Costumo reproduzi-los em minhas folhas em branco e torná-los um conto, desses que se escreve em guardanapos, mas não os mostro à ninguém. Não entenderiam.

Olhei para o chocolate no chão e senti uma repulsa no estômago, aquilo me fazia lembrar diversas coisas, nenhuma consideravelmente boa de se descrever. Afastei os pensamentos e, no mesmo instante, ouvi alguém do meu lado. "Nunca pensei ver esse lugar ocupado". Pensei ser a menina de antes, mas a voz era extremamente forte para uma garota. Olhei um tanto assustada para aquele moço que me encarava, certamente esperando por uma boa resposta. "Também nunca pensei que fosse concorrido, mas hoje não estou ganhando com apostas", disse abaixando a cabeça para pegar minhas coisas e sair. "Tudo bem, também gosto de olhar os desenhos, provavelmente já lhe renderam boas histórias", ele falou apontando para o meu caderno. "É, talvez hoje eu tenha uma".

20 comentários:

  1. Amo esse texto, é um dos que já li.
    Ainda assim lê-lo de novo me trouxe algo de novo. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que bom que gostou e que te trouxe algo novo ao reler ♥

      Excluir
  2. Ai, que fofura de história. Me diz que tem continua, por favor! E se não tiver, trate de fazer uma, rs. Quero saber o que vai acontecer, se eles vão sair para conversar sobre os desenhos no vidro e as histórias que criam. Conte-me mais...

    Beijos,
    Última postagemBlog Gaby DahmerFanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não estou preparada para fazer uma continuação, mulher aiuehaiuhe, mas adorei a ideia e talvez venha a acatar ♥ Fico feliz que tenha gostado.

      Excluir
  3. Que gracinha. Adorei. Eu adoro observar as pessoas e algumas de minhas histórias surrem disso.
    Beijos

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
  4. Que lindo esse texto, Kelly! <3 Gosto muito de ler uma história e ficar viajando nela e imaginando cada cena, com o texto aconteceu isso. <33
    Beijos,
    www.dosedeilusao.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn, que bom que gostou do texto ♥ Fico feliz que tenha se conectado com a história, acredito que isso realmente é muito bom.

      Excluir
  5. Que texto mais lindo, uau! Você escreve tão bem, parabéns. Espero poder voltar ao blog e ler mais contos assim! Continue a desenvolver sua criatividade.

    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que volte no blog e leia mais contos assim rs. Vivo escrevendo alguns, então sempre vai encontrar ♥ Fico bem feliz que tenha gostado.

      Excluir
  6. que amor esse texto! me surpreendi mt com a história, a leitura foi tãao gostosa e fiquei com vontade de ler mais, sérioo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda tô pensando na possibilidade de continuar aiuheahue ♥ Que bom que gostou, moça.

      Excluir
  7. Pode escrever um livro desse texto! Como todas as meninas que já comentaram, fiquei com muita vontade de ler mais e saber o que vai acontecer.


    Relíquias da Lara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que vou começar a pensar nesse assunto, porque acaba dando certo, né? ♥ Que bom que curtiu ler o conto. Muito obrigada pelo incentivo.

      Excluir
  8. Oi Kelly, tudo bem? Você sempre surpreendendo com seus textos, suas "mini histórias" que nos fazem sair da realidade e imaginar mundos completamente diferentes. Concordo com as meninas, você deveria escrever um livro, com certeza tocaria o coração de diversas pessoas. Continue assim, escrevendo lindamente. Beijos, Érika ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, muito obrigada, moça ♥ Seria uma ideia bacana escrever uma história em cima disso, né? Eu tô ficando animada com a ideia já rs.

      Excluir
  9. Garota, que texto hein. Ficou demais. Eu até acho que poderia virar algo maior se você quisesse. Já estava começando a me apegar a esse alguém observando desenhos e criando histórias, talvez recontando-as. Ficou incrível, parabéns :))
    Beijo!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você me deu uma bela ideia, acho que vou tentar me aprofundar na história e conhecer mais de perto os personagens rs, vai que surge algo bacana ♥

      Excluir

Design e conteúdo por Kelly Mathies | Tecnologia do Blogger | Com amor ❤