06 março 2017

Azeitona, de Bruno Miranda

Ler livros nacionais é sempre uma surpresa para mim. Primeiro porque poucos são os autores que realmente gosto e admiro fazendo seu trabalho, e segundo porque grande parte das histórias são inspiradas em livros já lançados. Isso me desanima, mas também me faz ficar curiosa. Azeitona, por exemplo, foi uma escolha inusitada da qual eu não alimentei muitas expectativas, mas fiquei feliz por ter dado uma chance. É um livro repleto de emoções e intensidade, com uma história fascinante e até um pouco clichê e previsível, mas capaz de prender o leitor do começo ao fim sem perder o fio da meada. O autor soube transformar sua ideia em uma história muito boa, dentro de um contexto diferenciado e com personagens reais, que poderiam ser eu, você ou o vizinho.
Ian é um garoto de sorte, como ele mesmo afirma. Apesar de ter perdido a mãe e o pai tê-los abandonado, Iris, sua irmã, conseguiu ajeitar a vida dos dois da melhor forma possível, abrindo mão de inúmeras oportunidades para dar uma condição melhor para o irmão. Ele é muito grato por isso e está sempre procurando uma forma de recompensar as atitudes da irmã, como trabalhar para um menino chamado Caio, para o qual dá aulas de tênis. Mas é quando a irmã vai ao obstetra e uma mulher o aborda, convidando-o para participar de um reality show sobre pais adolescentes, que ele percebe o que pode conseguir e agarra a oportunidade sem pensar duas vezes. Sua única tarefa é encontrar alguém para ser a mãe do seu suposto filho, fingir um relacionamento e não dar com a língua nos dentes. Afinal, se a produtora descobrir, seu cachê vai por água abaixo. 

Título: Azeitona
Autor: Bruno Miranda
Páginas: 352 páginas
Editora: Planeta
Ian e Emília não trocaram mais do que duas palavras desde que começaram a estudar juntos, mas é o nome dela que vem à mente dele quando precisa de uma parceira para um plano mirabolante: participar de um reality show sobre casais adolescentes que vão ser pais. Isso em troca de um cachê capaz de resolver todos os seus problemas. Ian tem dezesseis anos e foi criado pela irmã, Iris, que precisou abrir mão de oportunidades na vida para cuidar dele. Agora, quando ela finalmente vai conseguir se formar na faculdade, ele se sente na obrigação de retribuir de alguma maneira. Emília, aos dezessete anos, não quer retribuir nada a ninguém – pelo contrário, seu sonho é sair de casa o quanto antes para não discutir mais com a mãe, com quem sempre teve uma relação conturbada. O fato de que eles não são um casal nem têm planos de ter um bebê de verdade parece apenas um detalhe. Mas a vida reserva surpresas, nem sempre boas, para quem acredita que é fácil inventar a própria história.
A escolha de Ian é Emília, uma garota da qual mal trocou algumas palavras durante a aula, mas que foi a primeira pessoa em quem pensou quando teve que dizer um nome a produtora. Ao ser colocado em um grupo de trabalho com a adolescente, ele encontra a oportunidade perfeita para contar que os dois estão inscritos em um reality de pais adolescentes. Ela, em um primeiro momento, surta completamente. Como irá contar para os pais superprotetores e para o namorado que está fingindo estar grávida de uma rapaz para ganhar uma grana em um programa? Não há muitas possibilidades, mas a parte do cachê a agrada. Dessa forma, eles precisam se passar por um casal apaixonado com uma pequena azeitona crescendo (só que não) no útero de Emília.
O primeiro ultrassom acaba sendo um desastre, mas isso não impede que o casal dê a volta por cima. Com barrigas falsas, enchimentos e enjoos aparentes, eles conseguem enganar a produção e os concorrentes. Aparentemente as coisas parecem sob controle e Ian se sente confiante, acreditando que tudo dará certo e que o dinheiro poderá ajudar Iris. No entanto, ele se dá conta de que precisa contar para a irmã, afinal, em algum momento terá que pegar emprestado o sobrinho que está para nascer, mas ela não aceita a atitude do garoto logo de primeira. Além disso, o namorado de Emília acaba descobrindo sobre o reality e começa a manipulá-la. Em meio a tudo isso ainda existe Caio, com o qual Ian constrói uma amizade e se preocupa pelo garoto ser tão sozinho.

Será que eles vão conseguir sair dessa história ilesos e sem problemas com a justiça? Será que Ian conseguirá recompensar a irmã, continuar no programa e ajudar o garoto do tênis? Azeitona é um livro sensacional e repleto de ensinamentos. Apesar da sinopse remeter a um enredo sem grandes descobertas, o leitor acaba sendo pego de surpresa diversas vezes, tratando de assuntos como o amor pela família, as amizades, a confiança e questões existenciais que cercam nossa cabeça de vez em quando. A obra também trata muito bem sobre gratidão e laços de relacionamento indescritíveis, dando aos personagens diálogos reais e características marcantes.
Aqui, temos dois lados da moeda. Ian, que vê no programa a oportunidade de estreitar a relação com a irmã, agradecendo-a por todos os anos em que esteve presente; e Emília, que vê a chance de se libertar do relacionamento frio com a mãe e conquistar sua tão sonhada independência. Eles arriscam absolutamente tudo para conseguirem o que querem, enxergando a mentira como uma forma de realizar seus sonhos.

Com toques de humor e uma escrita impecável, o autor conseguiu retratar questões da adolescência de forma singela e divertida, sem tirar a seriedade dos momentos. Eu devorei o livro e me envolvi com a história do começo ao fim. Não percebi erros de revisão e a diagramação ficou linda. Apesar de compacto, o livro tem muitas páginas, mas nada que seja cansativo. Tenho certeza de que qualquer pessoa que o pega para ler consegue terminar a leitura dentro de alguns dias, sem grandes problemas ou confusões. Em alguns momentos é possível prever o que vai acontecer com os personagens ou com a trama em si, mas de forma alguma posso dizer que a escrita é simplória. O Bruno foi fundo nas emoções e deu intensidade para todas as cenas.

Eu me apaixonei por tudo e adorei entrar de cabeça na história. Não conhecia o autor, mas fiquei feliz por ele ter caprichado tanto em sua estreia. Estou curiosa para ler outras histórias dele, afinal, Azeitona é um livro incrível.

42 comentários:

  1. Oi, Kelly.
    Esse livro foi uma das minhas surpresas boas do ano passado.
    A história em si é tão doida que você mergulha de cabeça né.
    Feliz que também tenha gostado.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um livro bem gostosinho de ler. Tem personagens marcantes e bastante reais ♥ Acho que essa é a melhor parte do livro.

      Excluir
  2. Eu tava curiosa sobre esse livro porque no final de todo vídeo o Bruno fala dele. Me deparei com a sua resenha seca pra saber sobre o que era. Adorei. Fiquei com vontade de ler!

    Elisa Alecrin ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é ótimo. Apesar de todas as minhas decepções com livros de youtubers, esse me surpreendeu ♥

      Excluir
  3. Eu tenho a mesma relação com os nacionais Hahaha É sempre surpreendente, porque eu vou esperando uma coisa ou nada e aí é tudo ou completamente diferente! Mas eu geralmente adoro <3 Gostei muito da premissa desse livro, quero ler! (e é de youtuber? genten) Um beijo :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é? Às vezes acontece de uma decepção tomar conta da história, mas também vale a pena conhecer novas história e tirar nossas próprias conclusões ♥ E sim, esse é de um youtuber. Espero que consiga ler.

      Excluir
  4. Pra mim é um desafio ler livros nacionais. A única coleção que eu realmente amei e levo pra vida é "Os Karas" do Pedro Bandeira. A coleção é incrível! Mas fora isso ainda não achei nenhum outro que me fizesse morrer de amores. Esse Azeitona eu só ouço falar bem, e sua resenha foi super completa! É bem difícil achar resenhas assim hoje. Parabéns ♥ Vou dar uma chance pra esse livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem sempre conseguimos ter uma experiência bacana com os nacionais, né? Isso é uma pena. Mas é muito bom conseguir conhecer livros nacionais com histórias fascinantes. Espero que Azeitona te encante de alguma forma. É um livro simples, mas muito gostosinho de ler ♥

      Excluir
  5. É tão bom saber que tem livros incríveis escritos por autores nacionais, uma pena que as pessoas não dão o devido valor. Eu amei demais essa história e pelo o que pude ver na foto, a escrita dele é exatamente do jeitinho que eu gosto. Fiquei bem curioso para saber que fim terá toda essa mentira, provavelmente coisa boa não é. Você me deixou com uma vontade enorme de ler, então talvez eu dê uma chance para esse livro. Portanto, parabéns pela resenha e pelo blog maravilhoso. Sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acaba sendo colocado na balança, né? Infelizmente a quantidade de livros ruins é muito maior do que a quantidade de livros incríveis, então acabamos generalizando. Mas Azeitona é uma exceção e vale muito a pena conhecer a história ♥ O final do enredo é sensacional, apesar de meio clichê, só que faz valer a leitura, sabe? Espero que consiga ler em breve e dê uma chance a história.

      Excluir
  6. Kelly, só por curiosidade, quantos livros por semana você lê? HAHAHAHA Eu normalmente leio livros nacionais mais de crônicas e nem sempre narrativos sabe? Mas a trama entre os dois me pareceu ser bem atrativa, do tipo de leitura que você agarra até terminar. Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina, tem semanas que consigo ler até dois livros rs, mas depende muito do meu envolvimento com a história e a escrita do autor, sabe? ♥ Dê uma chance ao livro, ele é leve e muito fácil de ler. Eu literalmente me agarrei nele rs.

      Excluir
  7. Ah que legal. Eu estava muuuuito curiosa para saber sobre este livro e realmente ao que me parece e pelas indicações que tive ele é um bom livro daqueles de demora muito tempo pra gente esquecer a história. Adorei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é incrível. Há pontos positivos e pontos negativos, como toda história, mas vale a pena conhecer a escrita do Bruno e os personagens que ele criou ♥

      Excluir
  8. eu ganhei esse livro a pouco tempo, ainda nao tive tempo de ler por causa da pilha que tenho na frente, le essa resenha me deixou com muita vontade de le-lo. quem sabe eu nao coloque ele na frente kk
    eu estou numa vibe de ler livros nacionais. valorizar um pouco nossos otimos escritores ne?
    tem sorteio rolando la no blog. participa http://dose-of-poetry.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nunca tive essa vibe rs, mas é bacana que você dê chance para novos autores. Às vezes nos surpreendemos positivamente ♥ É uma boa ideia colocá-lo na frente rs, a história é bem envolvente e tenho certeza de que você vai gostar.

      Excluir
  9. Acho que vou acabar adicionando os livros de todas as suas resenhas na minha lista de "Quero Ler" do Skoob, viu? Eu me apaixonei por ele! Mesmo você dizendo que parecia que não teria grandes reviravoltas, eu já estava imaginando o quanto de plot twist que o enredo não podia ter. Até cheguei a imaginar que o Ian ia querer engravidar mesmo a Emília. Fiquei agoniada pra saber mais da história e ver se tudo dá certo.

    Ah! E ok que não é um reality, mas adivinha de quem eu lembrei? A grávida de Taubaté kkkk Enfim...

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoraria se você colocasse todas as minhas indicações na listinha de quero ler iaueiuah ♥ Sinal de que meus posts tem algum efeito, né? Espero mesmo que goste da história, ela é muito boa e cheia de surpresas que fazem o leitor querer sempre mais. E sim, eu também lembrei dessa referência no começo auieaihue, mas acabei deixando a teoria de lado.

      Excluir
  10. Olá! Menina, gostei muito da história do livro. Já pensou se meter numa onda dessas de reality show? hahaha uma mente muito criativa mesmo do autor. E, falando nele, não é ele que tem um canal só de resenhas de livros? Acho que sei qual é, costumava assistir de vez em quando, para pegar dicas de bons livros, acho bem legal o modo como ele fala no canal. Abraços e sucesso!

    www.pandapixels.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria uma experiência muito diferente, né? Acho que até interessante rs ♥ Sim, ele tem um canal bem bacana. Eu não o acompanho, mas andei dando uma procurada sobre ele e achei bem legal.

      Excluir
  11. Acho que todo brasileiro tem um pouco de preconceito com livros ou filmes nacionais. Eu amo, principalmente os da Lispector, depois que li o primeiro devorei quase todo o resto. E que bom que achei essa resenha, já que Azeitona está na minha lista de livros pra 2017, já vi muitos comentários pela internet afora, mas o seu foi o melhor.

    E você já conhece o canal dele no Youtube? Acho que vai amar!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é bem preconceito, mas infelizmente as publicações atuais são tão sem conteúdo e de uma temática tão pobre que nós acabamos generalizando isso, afinal, não é um caso isolado, são vários e vários livros que foram publicados só por estar na moda. Mas alguns atores, principalmente os mais antigos, são incríveis quando se trata de uma boa escrita ♥ Fico feliz que tenha curtido a resenha, espero que leia em breve.

      Excluir
  12. Já tinha lido outra resenha desse livro, e fiquei surpresa ao descobrir que era um livro nacional Haahaha. Eu preciso urgentemente ampliar minha lista de leitura de nacionais, obrigada pela resenha ela me animou a ler esse livro 💙

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que comece ampliando com este título rs ♥ Azeitona é um exemplo bem bacana de livro nacional. Vale a pena conhecer a história.

      Excluir
  13. Do Bruno eu só conheço o canal mesmo, acho que assim como a maioria, né?
    Fico muito feliz que exista livros de youtubers realmente bons hahaha eu quero muito ler esse e também o Boa Noite da Pam e o Amor Nos Tempos de #Likes que são de vários autores. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não conhecia o canal dele, mas acabei pesquisando sobre quando comecei a leitura do livro e descobri ♥ O Amor nos Tempos de #Likes é muito bom, até fiz resenha dele faz um tempinho. Os autores souberam criar contos fantásticos.

      Excluir
  14. Quando vi a foto da capa do livro, pensei em uma historia completamente diferente. Gostei de como você contou sobre o enrendo da historia, e a própria história em si. Precisamos de mais pessoas que escrevam historias falando sobre o convívio família, entre pais e filhos adolescentes, e como em muitas famílias a amor de sobra e em outras a pessoas querendo sair correndo da super proteção dos pais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A temática é bem interessante. Soa um tanto clichê, mas é bem bacana ♥ Vale a pena conhecer a escrita do autor e dar uma chance a um nacional que vale a leitura rs.

      Excluir
  15. Eu adorei essa resenha. Muita das vezes julgamos o livro pela capa ,não imaginei que fosse essa historia assim que vi a capa . Bem interessante,pretendo ler.

    Beijos !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa é linda, então, sendo bem sincera, eu compraria só por conta dela rs ♥ A história é ainda melhor. Pontinho positivo.

      Excluir
  16. Por algum motivo eu sinto que conheço esse escritor, mas não conheço o livro, pela forma que você falou o livro parece ser bem divertido, a história também parece ser muito boa, eu gostei muito da capa e do nome do livro, eu costumo comprar livros pela capa esse provavelmente eu compraria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez já tenha visto algum vídeo dele do canal e não lembra. A história é muito boa. É de uma leveza única e com intensidade de sobra rs ♥ E sim, concordo contigo quanto a capa. Eu compraria só por causa dela.

      Excluir
  17. Que livro maravilhoso e que resenha maravilhosa também <3 Arrasou! Eu nunca tinha ouvido falar nesse livro e nem do autor, mas amei demais a história e com certeza vou adicioná-lo na minha wihlist literária!! AHH, e que nome mais lindinho para um livro haha! E falar o que dessa capa?! Esse livro é incrível, estou super ansiosa para ler <3

    Beijinhos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até a leitura, também nunca tinha ouvido falar muito do Bruno, mas valeu a pena conhecer sua escrita ♥ Espero que goste de ler e que consiga conhecer a história logo. O nome realmente é uma fofura rs.

      Excluir
  18. Que resenha maravilhosa, parabéns. Eu nunca ouvi falar deste livro, e achei o nome um tanto criativo e curioso. Com certeza daria uma chance para esta história, e mal vejo a hora de encontrá-lo por aí em alguma livraria.

    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O nome é muito bacaninha ♥ Espero que consiga ler em breve e se apaixonar pelos personagens.

      Excluir
  19. Oi Kelly, tudo bem? Já tinha visto esse livro diversas vezes na livraria, mas sabe aquele pensamento..."é só mais um youtuber". Sempre fui deixando de lado e preferindo outras leituras. Confesso que não sabia o enredo, mas pela sinopse a história parece ser bem leve, e como você disse, fácil de ler. Gosto muito de títulos assim, onde os personagens nos envolvem e quando percebemos chegamos ao fim do livro. Sua resenha ficou incrível e me deixou curiosa pra ler. Ah, que fotos lindas <3 Beijos, Érika ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois eu também fiquei pensando nisso rs, mas é interessante que quando menos esperamos, somos surpreendidos com uma história interessante ♥ A história é uma delícia de ler, envolvente e com personagens reais, sabe? Espero que consiga dar uma chance a ele.

      Excluir
  20. Os livros nacionais me surpreendem de uma maneira maravilhosa porque sempre tem uma escrita que prende a nossa atenção completamente! Eu amei muito a sua resenha, porque é algo tão completo e ao mesmo tempo deixa aquela super curiosidade do que poderia acontecer, eu imagino que seja bem humorado e uma leitura bem leve! Daqueles livros que não dá pra largar. Procura-se um marido da Carina Rissi foi assim comigo, li em dois dias de tanto que fiquei presa hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente tenho uma sensação diferente da sua com relação aos nacionais, mas é muito bom que mais escritores estejam crescendo e produzindo um conteúdo de qualidade ♥ A leitura é muito boa e de uma unicidade incrível. Ainda quero ler esse da Carina, me parece ser uma obra bem bacana.

      Excluir
  21. Eu gostei muito da capa e da diagramação desse livro, mas achei a história muito doooooooida! hahaha Mas fiquei bem curiosa para ler.
    Adorei seu review, tu escreve muito beeem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A história é meio doida mesmo aiueaiuhe, bem fora da casinha, mas ao mesmo tempo muito envolvente ♥ Fico bem feliz que tenha curtido a resenha.

      Excluir

Design e conteúdo por Kelly Mathies | Tecnologia do Blogger | Com amor ❤