23 janeiro 2017

E-book: Só por Uma Noite

Ler um e-book não é bem a minha ideia de diversão, afinal, não tem nada mais gostoso do que pegar um livro físico, reconhecê-lo por completo e sentir o prazer de folhear as páginas, mas até mesmo nossos queridinhos evoluíram e entraram no mundo virtual. Eu, que não consigo passar mais do que duas horas em frente ao computador, me sinto um tanto cega quando preciso ler nessas condições, mas de vez em quando é bom diversificar. Uma das opções da editora, por exemplo, era justamente um e-book, então, para testar minhas habilidades leitoras e abrir os horizontes, decidi arriscar. O livro é pequeno e foi escrito por duas irmãs. Apesar de não ter alimentado muitas expectativas, a experiência me surpreendeu, mas a história nem tanto.
A história do livro tem Curitiba como palco central, sendo contada por uma garota chamada Sam. Ela e as três melhores amigas estão se preparando para a melhor noite da vida. A noite da qual uma lista de desafios precisa ser cumprida e que revelará segredos de cada uma delas. Tudo começa com a mudança, primeiro de Sam, que dá adeus ao cabelo comprido e sente a leveza de um corte curto e bem feito com uma coloração chocolate que acende seus olhos azuis. Depois de Marina, que deixa de lado sua personalidade pacata e sai do salão com mechas rosas. A roupa também está nos planos, assim como o encontro das quatro até o cemitério, local onde tudo deverá começar.

Título: Só por Uma Noite
Autor: Mônica e Monique Sperandio
Páginas: 189 páginas
Editora: Novo Conceito

❤ Livro cedido em parceria com a editora
Samanta Calliari tem vivido com medo durante a sua vida toda. Por causa disso, ela tem se privado de viver intensamente. Uma prova dessas privações é a paixão secreta que Sam tem pelo seu melhor amigo, Gustavo. Só que ela não está sozinha nessa. Suas três melhores amigas, Nat, Marina e Daphne, também sentem medo. Elas irão acompanhá-la na noite mais reveladora de suas vidas, onde enfrentarão seus maiores medos devido a uma lista de desafios deixada para elas cumprirem. Então o que, possivelmente, poderia dar errado na tão esperada noite das quatro amigas? Quase tudo, é claro.
A lista responsável pela aventura foi criada por Victória, uma garota decidida que fazia parte do círculo de amizade, mas que por conta de um câncer morreu algum tempo depois, deixando alguns desafios para que as meninas cumprissem por ela. Vicky sabia o segredo de todas, pois estava sempre por perto, na hora certa e no momento exato. Ela carregava as informações consigo sabendo que as amigas não teriam coragem de contar umas para as outras, por isso, criou um checklist que deveria se feito em uma noite, com todas juntas. Sam deve se declarar para o melhor amigo, da qual mantém uma paixão secreta por três anos. Marina tem que reencontrar seu amor e dizer a ele quem ela é. Daphne precisa contar algo tão íntimo que jamais passaria pela cabeça das amigas. E Nat, bem, ela só precisa ser forte e manter o ritmo dos acontecimentos, afinal, ela é a responsável por guardar a lista de Vicky e os segredos também.
Juntas, o quarteto fantástico, como se autodenominam, deverão aprender lições valiosas e entender o real significado de viver a vida intensamente. Elas passarão por inúmeros problemas, mas tudo será revelado no final, mostrando-as o quanto a amizade e a parceria podem ser essenciais. Em apenas uma noite elas saem da zona de conforto e encontram um mar de possibilidade incríveis que ficou escondido todo esse tempo, não necessariamente por comodismo, mas porque o medo sempre fala mais alto do que a coragem de levantar e fazer acontecer.

A leitura é leve e de uma fluidez impecável, mas a história em si não me prendeu tanto quanto eu gostaria. Senti que algumas partes ficaram um tanto clichês demais e passou dos limites do que considero aceitável. Os personagens também não são tão reais quanto deveriam, apesar de seus problemas se parecerem com os de muitas pessoas por aí. A personalidade das amigas é muito precisa e acaba se transformando em algo forçado e programado, sem ter aquelas reviravoltas que a gente tanto admira nas histórias. A diagramação também não foi das melhores, pelo menos no e-book. Ficou tudo muito simples e de um colorido artificial que não me chamou atenção. Mas há um ponto bem positivo: há diversos quotes bem interessantes espalhados ao longo da narrativa.
Por sorte pude conhecer o blog das irmãs um pouco antes de saber sobre o livro. Em alguns posts elas contam sobre o lançamento e o que ele significa para elas. Apesar de todas as críticas, sempre gostei da ideia de apoiar novos escritores e acho que são justamente os pontos cruciais que fazem de um bom escritor um incrível escritor. Tenho certeza de que elas têm tudo para ganharem o mercado e o coração de inúmeros leitores, mas também sei que há muito o que aprender ao longo desse caminho. No geral, o livro é simples e com uma história bonitinha, mas acredito que poderia ter sido mais aprofundada e melhor trabalhada.

As autoras, inclusive, montaram uma playlist bem especial com as músicas do livro e resolvi deixar o link por aqui também, quem sabe ajuda algum leitor a se conectar com a história, não é? De qualquer forma, foi uma experiência muito boa e eu adorei conhecer a escrita das irmãs. O livro trata muito bem sobre independência, amizade, valores éticos e morais, atitudes e sentimentos. Cada linha é uma reflexão sobre as crises existências que nos cercam com o tempo e vale a pena conhecê-las. Eu, particularmente, não o lerei novamente, mas sei que muitas pessoas podem se interessar.

18 comentários:

  1. Nunca gostei muito de ebooks, mas com a crise as minhas leituras estão todas sendo digitais hahaha. Fiquei um tanto curiosa com o livro.
    Tô preparando o meu (livro) em formato ebook, já que vou vende-lo de forma independente, tenho um pouco de receio porque não é todo mundo que gosta desse formato :(

    Born in 1996

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo na crise, evito ler e-books porque tenho um probleminha de visão e detesto ler no computador, mas acaba realmente sendo uma opção. Você pode tentar levar seu livro para algumas editoras, como a Arwen ou a Crown, eles são muito bons no que fazem e pode até surgir uma oportunidade ♥

      Excluir
  2. Não costumo ler e-books por causa da vista, prefiro os livros físicos!
    www.blogentrelinhas.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que todo leitor prefere os livros físicos ♥ Mas esse também tem, só que foi disponibilizado por e-book para os parceiros rs.

      Excluir
  3. É a primeira resenha que vejo que leu pelo e-book, fiquei muito curiosa pela história, as fotos ficaram ótimas e com qualidade excelente, beijos e parabéns !

    www.diksdareh.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi bem rápido, até mais do que imaginava. Fico feliz que tenha se interessado, quem sabe se empolgue com a história ♥

      Excluir
  4. Eu também tenho certa aversão a e-books, mas comprei um kindle e confesso que estou gostando muito. Amo livros impressos, mas não é sempre que a gente tem dinheiro pra bancar os gostos, né? Hahaha
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é verdade. Os e-books estão cada dia mais em conta e acabam valendo a pena quando o dinheiro está curto, mas confesso que prefiro esperar pelas promoções aiheiuahe ♥

      Excluir
  5. A história me pareceu um pouco teen demais (pelo menos pro meu gosto), mas me interessei por essa sua experiência positiva com o e-book. Ainda não me aventurei com e-reader, mas tenho vontade no futuro...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E realmente é bem teen, acho que isso me incomodou muito também. Ficou um clichê exagerado, sabe? Dê uma chance aos e-books rs. Eles não são tão bons quanto o livro físico, mas quebram um galho ♥

      Excluir
  6. Eu tinha lido vários no Wattpad pelo celular. Não tinha muita escolha, porque ou era ali ou em nenhum outro lugar. Descobri muitos autores inciantes sensacionais e vi vários outros realizando o sonho do livro impresso. Quando eu decidi ler uma série de livros que foi pouco divulgada aqui no Brasil, a solução foi ler os eBooks mesmo, e sério, mesmo com o cansaço que dá na vista de vez em sempre, é sempre bom saber que ali no celular também está um livro pra te envolver.
    Ah, adorei a resenha, acho que seria um desses livros que eu pegaria por falta de ideia ou pela sinopse me prender - afinal, parece super interessante por ela. Enfim, tomara que você consiga se aventurar mais pelas versões digitais, acaba sendo um caminho bem mais fácil que o impresso.

    Beijos do Conto Paulistano

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa parte de conhecer novos autores e história magníficas é muito boa. Infelizmente a gente acaba não tendo essa experiência quando se trata de livros impressos (a maioria dos novos autores são youtubers contando sua própria vida, infelizmente). Eu ainda estou tentando me adaptar, mas a experiência foi bem positiva para uma primeira vez ♥ Que bom que gostou do livro e da resenha.

      Excluir
  7. Olá, adorei a resenha! Sinceramente não consigo me acostumar com e-books, já tentei mas os livros não saem de mim kkkk. Embora você não tenha gostado tanto do livro, a forma como o descreveu me deixou um tanto curiosa. Gostei do fato de você apoiar a iniciativa das meninas e de alguma forma ajudar na divulgação. Isso é raro. Beijos.

    http://missdiva.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É quase que impossível, né? A gente se apega tanto ao livro físico que é complicado lidar com uma coisa virtual rs. Mesmo que eu não tenha gostado do livro, sempre há a possibilidade de outra pessoa gostar, então só posso falar por mim e esperar a reação dos outros. É muito bom que tenha se interessado, quem sabe a história te cativa ♥

      Excluir
  8. Tenho um probleminha de vista e acabo que não leio muito e-book, porém acho uma opção legal, ainda mais que ultimamente os livros andam bem carinhos. Já li dois ou três livros digitais, gostei, porém não consigo me acostumar.

    Beijo.
    A Garota dos Teus Olhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compartilho dessa mesma situação, é complicado se acostumar com os livros digitais e minha visão não ajuda muito rs. Pra driblar os preços, sempre pego épocas de promoção e isso tem feito minha estante crescer muito ♥ Fica a dica.

      Excluir
  9. Não tinha ouvido falar ainda desse livro ,mas ja entrou na minha wishlist.
    Senti uma leve inspiração em PLL com o fato de ser 4 amigas que perderam uma maiga que sabia do segredos delas (só nesse ponto)
    Mas a tematica e a maneira pelo qual eu sinto que vai tomar rumo esse enredo acredito que é uma leitura muito mais agradavel.
    Parabens pela resenha

    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é novo, mas a editora e as escritoras estão bem empenhadas com a divulgação rs, é bom saber que gostou ♥ Eu também tive a mesma impressão quando comecei a ler, me lembro do seriado e fiquei pensando se talvez houvesse alguma inspiração por trás. Mas o livro é bem mais leve e simples, espero que consiga ler e que goste dele.

      Excluir

Design e conteúdo por Kelly Mathies | Tecnologia do Blogger | Com amor ❤