30 novembro 2016

Serena, de Ron Rash

Sabe aquele livro que foi lançado há um tempo, já tem até uma adaptação para os cinemas, mas você não faz ideia sobre o que se trata? Foi essa a sensação que tive quando me deparei com Serena em promoção e corri para descobrir um pouco mais sobre a escrita do autor, que, por acaso, não era familiar. Eu não esperava muito da obra e até fiquei um tanto travada no começo da leitura, afinal, a história é um tanto confusa no começo e o desenrolar dos acontecimentos é muito rápido, mas confesso que depois de algumas páginas e um afinidade um pouco maior com os personagens, cada momento se encaixava perfeitamente com o anterior, o que me fez agradecer imensamente o escritor por ter feito com que a leitura fluísse sem grandes confusões.
Serena, na verdade, é o nome da esposa de Pemberton, um rico madeireiro que acredita ter se casado com a pessoa mais incrível do mundo. Além da personalidade forte e uma inteligência altíssima, a mulher de cabelos louros e curtos consegue encantar até a pessoa mais introvertida, tendo total controle de suas técnicas de sedução e indução. Apesar do homem ser o responsável pelos negócios, é ela quem comanda as atitudes do marido e o faz ficar sempre à frente de qualquer negócio. Sonhadora e misteriosa, Serena guarda segredos do passado, mas nem mesmo isso é capaz de fazer com que Pemberton perca seu fascínio pela mulher que tem ao lado.

Título: Serena
Autor: Ron Rash
Páginas: 320 páginas
Editora: Intrínseca 
Pemberton, um rico madeireiro, e sua esposa, Serena, são um casal ambicioso que pretende derrubar todas as árvores das montanhas da Carolina do Norte para aumentar sua fortuna durante a Grande Depressão, mas um projeto de parque nacional ameaça esses planos. Pemberton, então, passa a subornar as pessoas mais influentes para manter sua propriedade e seu poder. Já Serena, sem escrúpulos, recorre a outros argumentos: força, armas e crueldade. Para sustentar o grande império e conseguir o que ambicionam, os dois vão passar por cima de tudo. Até deles próprios. A violência e a beleza do ser humano em uma trama magistral, que narra a honra e a traição que cercam o amor. 
Após um período distante das montanhas da Carolina do Norte, George Pemberton retorna acompanhado de uma mulher forte e determinada, com curvas exatas, cabelos curtos e dourados, particularmente diferente das outras mulheres da época, sempre com calças e botas de couro, além da habilidade inabalável com os negócios. Além dos sócios, a moça da qual Pemberton teve um caso também o espera na estação de trem, grávida de um filho do rapaz. O pai da garota, furioso, exige alguma atitude, mas Serena controla a situação com destreza, fazendo com que os dois homens se enfrentem. No entanto, a falta de sorte do pai muda completamente a vida de Rachel e do casal.
O livro é dividido em partes, hora com a visão de Rachel, hora contando sobre os operários, hora narrando a história do casal. Serena e Pemberton são indestrutíveis juntos, ministrando um império sem árvores, muitas mortes e uma paixão intensa. Apesar do passado tenebroso, Serena é extremamente focada e não gosta de tocar no assunto, passando seus dias na madeireira em função das negociações e da águia da qual tem tanto afeto. Rachel, por outro lado, está à beira da miséria, recebendo ajuda de uma viúva e fazendo de tudo para conseguir um bom emprego. Sem muitas opções, ela volta à cozinha da madeireira, despertando a preocupação de Pemberton com relação ao filho, da qual guarda uma fotografia secretamente. No momento em que Serena descobre os sentimentos do marido, sua melhor companhia acaba se tornando um capanga capaz de acabar com qualquer ser humano.

A narrativa, repleta de detalhes sórdidos, é cativante do começo ao fim, mas algumas partes da história acabam se sobrepondo, fazendo com que o leitor se perca entre um acontecimento e outro. Apesar do nome, em nenhum momento a visão de Serena é colocada como ponto principal, no entanto, quase todos os pensamentos de Pemberton são referentes à esposa e suas atitudes. O romance intenso conduz boa parte do livro, tirando de foco as tragédias que surgem em cada parágrafo.
Mesmo com todos os pontos positivos, alguma coisa na história fez com que eu não conseguisse me prender aos acontecimentos, pulando diversas partes que falavam exclusivamente das negociações e da visão dos operários sobre os Pemberton. A escrita do autor é muito boa, mas com descrições em excesso que tiram a atenção do leitor. As cenas de assassinatos e perseguições também acabam sendo muito maiores do que deveriam, deixando claro que os contratos profissionais são banhados à sangue. Por outro lado, também temos os sentimentos extremos de Pemberton e da esposa, dando lugar ao amor em meio a tanto caos. Não é um livro para qualquer momento, mas, caso seja apreciado com atenção, pode se tornar incrível e bem estruturado.

24 comentários:

  1. Amei sua resenha! Nunca tinha ouvido falar do livro mais me deixou com uma vontade imensa de me deliciar com a leitura! Ótima indicação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico bem feliz que tenha gostado da resenha ♥ O livro é bom, requer cuidado, mas é muito bom.

      Excluir
  2. Essa resenha foi muito boa e suas colocações foram fáceis de entender. Estou surpresa que eu nunca tinha ouvido falar nesse livro e muito menos que já existe um filme com esses dois atores maravilhosos. Despertou meu interesse, mas ao mesmo tempo tenho receio de comprar e não entender direito, não gosto de livros com descrições demasiadas, chega a ser frustrante e também pularia muitas partes. Creio que assistirei o filme primeiro. ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um livro não muito conhecido, foram poucas as vezes em que ouvi alguém falar ou comentar sobre ele. Talvez não tenha tido aquela repercussão que deveria, mas é uma história bem bacana. Ainda não consegui assistir o filme, mas espero que você goste e se interesse pela história ♥

      Excluir
  3. Que legal a sua resenha.Eu não sou muito fã de livros assim, tenho que confessar, mas a explicação que você deu, já dá para perceber os detalhes que o autor passa no livro, é legal que isso vai ajudando a sua imaginação, você vai vivendo a história junto com os personagens.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O autor descreve muitas coisas, muitas cenas, muitos momentos que deixam aquela marquinha no leitor. Essa parte de vivenciar a história e deixar a imaginação falar mais alto é muito boa ♥

      Excluir
  4. eita, adorei a resenha! tambem nao conhecia o livro nem o filme, fiquei suuuper curiosa mesmo. Gosto desses livros que mostram visoes de cada personagem, mas pode se tornar cansativo, certo? vou salvar o nome desse <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, mais um para a listinha então rs. Espero que goste e que tenha um tempinho para conhecer a história. Intercalar os personagens é um pouco cansativo, sim, mas é bacana para não cair na mesmice ♥

      Excluir
  5. Esse livro é um amor <3
    Eu li, no começo do ano e gostei muito. Ele é rico em detalhes, mas como você disse, o lance de intercalar os personagens é um pouco cansativo.
    Mas mesmo assim vale muito a pena ler e se aventurar na história!
    Amei a resenha e as fotos, como sempre impecáveis!
    beijos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nha, que bom que gostou do livro ♥ Ele é um tanto complicado, senti que ficou muito pesado com relação as partes de negócios, mas a história em si é muito boa. Requer reflexão. Muito obrigada, moço.

      Excluir
  6. Tua escrita, tuas fotos, sempre maravilhoso ♡ não acho que leria esse livro, tem cara de ser meio pesado e confuso, mas essa resenha ta tão perfeita que to querendo procurar por ele haha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn, muito obrigada, moça ♥ Ele é mesmo um tanto pesado, mas acaba envolvendo com o passar das cenas. Espero que, caso leia, goste da história.

      Excluir
  7. Não faz o estilo de livro que me agrada mas acho que vou dar uma chance para o filme - quem sabe assim não me interesso pela leitura?
    Gislaine | Paraíso da Leitura

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda não assisti o filme, mas se for ver, me conta depois o que achou ♥

      Excluir
  8. A capa do livro ficou incrívelmente linda e acho que esses atores sempre fazem um casal lindo nos filmes que contracenam. Estou curiosa para saber mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa é realmente linda, foi bem trabalhada, apesar de ser relacionada ao filme ♥ E sim, super concordo, os dois tem uma sintonia ótima nos roteiros.

      Excluir
  9. Eu amei a sua resenha e me deu vontade de ter este livro. Fez- me viajar em um mundo mágico que não dá mais pra voltar a realidade. Bjss.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn, que bom que gostou tanto assim, espero que consiga lê-lo ♥

      Excluir
  10. amei sua resenha, ainda não tinha conhecido o livro, agora fiquei comn uma vontade der ler kk

    ygorlimablog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se tiver um tempinho, tente ♥ Vale a pena conhecer novas histórias.

      Excluir
  11. Se a capa já é maravilhosa imagina o livro? Nunca tinha visto falar desse livro mais fiquei encantada com ele❤

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?
    Não tinha lido o livro ainda,as assisti ao filme e gostei muito, Jennifer sempre dá um show nas atuações dela. Agora fiquei curiosa, será que o livro é parecido com o filme? Gostei muito da sua resenha e vou procurar o livro pra ler também, quero tirar minhas próprias conclusões.
    beijinhos

    ResponderExcluir
  13. Ainda não consegui ver o filme, mas acho que vou parar um tempinho pra ver e analisar as semelhanças rs. Acredito que por o livro ser mais explícito, algumas coisas devem ficar ocultas, mas a história é bem interessante ♥

    ResponderExcluir

Design e conteúdo por Kelly Mathies | Tecnologia do Blogger | Com amor ❤