08 setembro 2016

O Show de Truman

A primeira vez em que assisti ao filme, me deparei com uma realidade projetada bastante peculiar. Inicialmente pensei ser coisa da minha cabeça, mas ao jogar o título no Google e encontrar diversos textos sobre a história, entendi que meu achismo era real. A história é um espelho completo do nosso dia a dia. Nascido e criado em meio as câmeras, Truman tem sua vida inteira sendo filmada e transmitida ao vivo para o mundo, sem consulta prévia. Imaginando estar vivendo em sociedade, de forma comum e clichê, o homem só entende o que está acontecendo quando já é adulto, em meio a uma conversa com sua esposa, quando ela age como se estivesse divulgando um produto para o consumidor. Sem entender, ele vai em busca de uma explicação.
Por um lado, temos um personagem completamente abalado e neurótico, que faz de tudo para fugir do seu grande show, afinal, era a única pessoa que não sabia estar dentro de um programa. Sua vida era comum, como a de tantas outras pessoas, mas ao desconfiar sobre tais mentiras, Truman se descontrola, tendo ideias absurdas para ir embora da cidade-cenário onde aparentemente mora. Por outro lado, temos uma representação sincera, na qual transforma nossa vida em um grande show, talvez até maior do que todos esses que as emissoras insistem em exibir.

Entramos, aqui, em uma questão ética, moral e particular. Nos deparamos com o momento em que uma vida qualquer se torna alvo da mídia, perdendo a essência e se transformando em um grande reality show. Quase como se o ser humano fosse um fantoche convivendo em sociedade, aceitando regras descabidas e lidando com situações de pré-conceitos. Truman nada mais é do que uma representação completa do que fomos, somos ou um dia iremos ser. Indivíduos ligados a fios que seguem o padrão para uma perfeita harmonia, controlados pela ganância.

Mas, ao mesmo tempo, também temos o lado bonito da história, no qual nossas vidas são analisadas detalhadamente, chegando a conclusão de que nenhum programa desse gênero poderia ser tão interessante quanto a própria vida. Quanto a realidade, quanto aos sentimentos sinceros. E mais uma vez se mostra necessário sair dos trilhos e seguir o coração. Se mostra necessário deixar a ilusão de lado e viver o real. Encarar as situações de frente, sem necessariamente saber o que vai acontecer, quando será o felizes para sempre ou em que momento as coisas vão começar a dar certo.

A vida não segue um roteiro e jamais deverá ser assim, pois somos livres para tomar nossas próprias decisões e lutar pelo que acreditamos. Nossos ideais não são enfeites decorativos. Desatar nós é preciso, e talvez até indispensável.

24 comentários:

  1. Uma colega da faculdade me indicou esse filme no início da semana, mas não fiquei muito interessado. Acho que ela não soube explicar a história muito bem ou eu não entendi o que ela quis dizer. KK Mas lendo isso aqui fiquei muuuito interessado/intrigado com ele. Já está na minha lista. *-*
    E às vezes acham que estou viajando, mas não consigo parar de pensar que somos todos marionetes de inúmeros padrões que existem por aí e que por mais que façamos parte do seleto grupo que tenta viver sem julgar as outras pessoas por esse ou aquele motivo, sempre acabamos sendo "manipulados" uma vez ou outra tentando seguir algum padrão sem ao menos perceber. Sad but true. ):

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um filme parado, um tanto monótono, mas muito bacana mesmo. Se tiver a oportunidade de ver, veja, garanto que vai te fazer refletir sobre diversos aspectos ❤ Também concordo sobre sermos marionetes, é basicamente isso. Somos todos controlados por um todo, na qual o mínimo passo para fora do padrão nos coloca em jogo.

      Excluir
  2. Adorei essa de a vida não segue um roteiro <3 No momento atual é bem o que eu estou vivenciando sabe. Estava presa em uma situação que não me acrescentava, chateada e ficando cada vez mais deprimida, até que essa semana dei um basta e pedi demissão do tal emprego que estava me matando. Realmente, a vida não segue para onde geralmente achamos, e nos leva por caminhos que nem imaginamos antes. A questão da manipulação é algo muito discutido, e acho que você já deve ter visto algo sobre a mídia ser um poder à parte de controle. Vi muito isso em Teorias da Comunicação. Um beijo : *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é muito bom, moça. Mostra que você ainda tem garra perante as adversidades da vida. Tenho certeza de que logo já encontra um novo emprego, e que o ambiente por lá será bem mais aconchegante ❤ E sim, ouvi muito falar sobre a manipulação midiática. Um assunto chatinho, mas que nos revela grandes coisas sobre a sociedade.

      Excluir
  3. Já vi o filme umas duas vezes e nunca tinha parado para pensar sobre isso da vida ser muito mais interessante do que qualquer outra coisa. Já cansei de entrar em um loop eterno na minha cabeça me perguntando se não poderíamos estar sendo manipulados igual o Truman, se existe alguma maneira disso acontecer UIDSFHSDIUFHSD quando vê descobrimos que toda a terra é regida por pessoinhas querendo ver o circo pegar fogo (ai que horror né HFIUSHIUFHEIWFHFE mas sempre penso na possiblidade)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo super contigo. É estranho ficar pensando essas coisas, mas é exatamente o que imaginamos. Se estamos sendo controlados dessa forma eu não sei, acho que nunca saberemos de fato, mas seria terrível.

      Excluir
  4. Gente, fiquei super interessado em assistir esse filme.
    Muito me interesso por esse assunto. Exposição e mídia em geral. Sou fã de uma cantora que passou muito por exposição exacerbada da imagem ao longo da vida toda, então isso é muito presente nos meus gostos e influências. Vou procurar pra assistir!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A exposição midiática é um assunto bem interessante de acompanhar, mas bem complexo também, uma vez que isso virou um grande show com direito a espectadores o tempo inteiro. Assista sim, vai gostar muito do filme, tenho certeza ❤

      Excluir
  5. Realmente, esse filme parece ser ótimo!
    Adorei a forma que você escreveu, detalhando e mostrando sua opinião, gosto disso. Fiquei super curioso para assistir ao filme! Já arrumei uma programação para amanha haha
    Parabéns pelo post, eu amei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Há, que bom que gostou, assista o filme, vai gostar de entender um pouco mais do assunto ❤

      Excluir
  6. Estou me perguntando como ainda não tinha assistido. Acho que vou aproveitar o fds para assistir.
    "A vida não segue um roteiro e jamais deverá ser assim, pois somos livres para tomar nossas próprias decisões e lutar pelo que acreditamos. Nossos ideais não são enfeites decorativos. Desatar nós é preciso, e talvez até indispensável." Eu penso exatamente assim e é isso que estou fazendo, desatando nós e tô vendo muitas coisas melhorarem depois desse meu surto de coragem. Acho que o filme será uma motivação maior para mim. Obrigada por compartilhar. ❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aproveite mesmo, tire um tempinho e conheça a história um pouquinho melhor. Vai refletir sobre várias coisas ❤ Dizem que tudo que precisamos é de um minuto de insanidade, então talvez seja uma motivação sim, afinal, pode te ajudar a sair da zona de conforto.

      Excluir
  7. Eu acho esse filme tão representativo, e além de todas as questões que você levanta, me chama também a atenção quantas pessoas assistem, almejam, torcem, votam, vivem a vida do outro, sem se dar conta de construir a própria história.

    Você escreve muito bem <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você disse um ponto bem importante: o fato de que nos agrada mais cuidar da vida alheia do que da nossa própria, mesmo que a nossa seja mais valiosa do que qualquer outra coisa. Muito obrigada ❤

      Excluir
  8. Conheço e gosto muito do filme pela história da qual se baseia as vezes assisto nos finais de semana com meus amigos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que bom saber disso, a história é muito bacana e interessante ❤

      Excluir
  9. O filme parece ser ótimo. Porém nunca assisti. Vou colocar na minha lista haha Parabéns pelo post
    Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assista sim, tenho certeza de que vai gostar muito de conhecer a história ❤

      Excluir
  10. Me apaixonei pelo filme mesmo sem assistir. Como pode né? rs Vou caçar no netflix e vou vir te contar tudo o que achei. <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que não tem mais no Netflix, andei procurando esses dias e não encontrei, mas vale a pena assistir, o filme é muito bom ❤

      Excluir
  11. Esse filme parece ser maravilhoso, preciso assistir, também depois dessa resenha maravilhosa que tu fez fica difícil não morrer de vontade pra apertar o play, pegar a pipoca e o suco de laranja e assistir. Amei o post, cada dia você melhora mais e me surpreende! <3

    www.mundodefany.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que amor ❤ Muito obrigada, moça, fico bem feliz sabendo que gosta daqui e do que escrevo. O filme é maravilhoso mesmo, assista um dia.

      Excluir
  12. Adorei sua analise e adoro esse filme ♥ Confesso que na época até fiquei paranoica achando que minha vida podia ser um show tb kkkk
    Essa analogia com a vida real, ainda não tinha pensado por esse lado...
    Mil beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse filme é incrível, sou apaixonada por ele e também fiquei com essa sensação de "estou sendo filmada" rs ♥

      Excluir

Design e conteúdo por Kelly Mathies | Tecnologia do Blogger | Com amor ❤