17 maio 2016

Deixe ir

Um dia, quando ainda era pequena e desentendida da vida, me disseram que o mundo não era uma fábrica bonita de realizações. Eu deveria ter cuidado para não pisar em falso em uma nuvem cor-de-rosa. Mais tarde, lendo meu livro preferido, encontrei a mesma frase no meio de um diálogo sem pretensões. E finalmente entendi. Entendi que grande parte dos nossos sonhos acabam sendo deixados de lado, talvez por conta da pressa, talvez por não serem realmente nossos sonhos. Entendi que a vida é composta de noventa e nove por cento de coisas feias, mas aquele um por cento ainda é bonito demais para ser ignorado. Entendi que amores vem e vão. Que o coração quebrado vai se reconstruindo com o tempo. Que a vida é uma eterna estação de trem. Ei, é melhor não se atrasar.
Mas, meu bem, você já viu alguém querer morar em uma constante turbulência? As pessoas gostam do chão firme, onde podem pisar com firmeza e se sentirem donas do mundo. Donas do próprio nariz. O velho direito de ir e vir, lembra? Eu nunca vou conseguir me esquecer disso. Não me canso de dizer que prefiro deixar que vá. Pode ir. A porta da frente é a serventia da casa. Mas não pense que isso é uma indelicadeza. Não mesmo. É que, involuntariamente, aprendi a enxergar quem realmente chega pra ficar. Quem vem de mansinho e monta a barraca no primeiro lugar mais quentinho de afeto. Sinceramente? Eu não perco mais meu tempo com quem escolhe trancar passagem. Não vale o amor.

Infelizmente passei a interpretar cada gesto alheio. Sei exatamente o que cada pessoa vai falar. Eu aprendi a completar frases, como se estivesse pensando a mesma coisa. Como se houvesse uma ligação. Mas não tem. É jogo de verdades. Já reparou que quem mente olha pro lado esquerdo de vez em quando? Deus do céu, isso nunca fez sentido pra mim até ver que realmente é verdade. Ah, meu bem, é preciso aprender a desvendar as pessoas em cada detalhe. Elas são muito fáceis. Muito maleáveis.

E eu escolhi deixar irem embora. Sei quem vai voltar e sei quem jamais vai passar por essa estação novamente. Algumas pessoas preferem fazer um caminho mais longo, mais complicado. Outras já vão direto ao ponto, mas na maior parte das vezes se decepcionam. Eu não me importo mais. Podem ir. Eu vou estar aqui, como sempre estive. Com uma casca grossa por fora e um coração derretido por dentro. Alguns conseguem quebrar a grosseria, outros nem mesmo se dão ao trabalho. Mas quer saber de um segredo? Nós somos passageiros da vida. Paramos em algumas estações. Nos perdemos em outras. Quem tem que ficar realmente fica. Faz morada. Os outros são só os outros.

24 comentários:

  1. Que texto cheio de verdades Kelly.
    Ás vezes a gente faz tanto esforço para manter quem não quer ficar do nosso lado que sem perceber deixamos quem é mais importante ir.

    "Quem tem que ficar realmente fica. Faz morada."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, passamos tanto tempo querendo ter as pessoas por perto, mas talvez elas nem queiram isso de fato. Infelizmente é verdade.

      Excluir
  2. "Talvez por não serem realmente nossos sonhos" estou passando por isso recentemente, Kelly, e é bem verdade. A vida vai nos moldado e através dos acontecimentos nós vamos descobrindo o que é pra nós ou não, o que gostamos ou não, mas acho que é importante tentar. Achei que a faculdade de Direito era meu maior sonho e quando eu a consegui percebi que não era pra mim... Dentre outras coisas que também aconteceram no decorrer desses 5 meses de 2016.
    Ótimo texto e reflexões extremamente relevantes.

    Me chama de Bella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente a gente acaba se dando conta dessas coisas, né? Apesar de ser um choque no começo, ficamos perdidos e tal, mas depois nos sentimos aliviados. E concordo, o importante é tentar e manter a cabeça erguida, Uma hora nosso sonho chega pertinho da gente ♥ Aliás, uma boa sorte daqui pra frente. Espero que consiga se encontrar.

      Excluir
  3. Quanta verdade em um texto só. Temos que prestar mais atenção nas pessoas que se dizem "amigas", o mundo é traiçoeiro e devemos nos cuidar e abrir os nossos olhos.

    www.gauchice.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, até mais do que isso, devemos saber lidar com as pessoas e entender perfeitamente quem faz morada e quem só te usa como um atalho.

      Excluir
  4. Essa semana eu estava lembrando de alguns sonhos que foram deixados de lado, e realmente não eram sonhos que eu queria realizar. Na época fiquei mal per deixa-los de lado, mas o tempo foi revelando o melhor caminho

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é sempre bom, se dar conta do que é pra gente e do que não nos faz bem. As coisas dão errado para mais tarde darem certo ♥

      Excluir
  5. "Eu não perco mais meu tempo com quem escolhe trancar passagem. Não vale o amor." Mais do que anotado na agenda. Que texto lindo e perfeito para o meu momento de agora. Amei mesmo, Kelly!

    Beijos!

    http://thegrungemermaids.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Temos que anotar mesmo, porque vez ou outra nos esquecemos disso e ficamos insistindo naqueles que só estão de passagem. Fico feliz que o texto tenha se encaixado com você ♥ Muito obrigada, moça.

      Excluir
  6. Liberdade... Deixar ir ou escolher ficar faz parte do amadurecimento, se entender e entender as escolhas do outro não é fácil.
    Deixo livre e leve, afinal a vida não é de realizações e sim de conquistas!

    www.cantinhob.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, com toda certeza, deixar ir e aprender a ser livre faz parte. Dói, machuca, mas no fim entendemos que algo melhor está por vir ♥

      Excluir
  7. Adorei, precisava muito ler isso, ter ânimo, e seu texto me trouxe isso. Obrigada <3
    Sucesso.
    Beijinhos,
    http://pensamentosvoados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que ótimo ler isso ♥ Espero mesmo que tenha te reconfortado um tantinho.

      Excluir
  8. Gostei muito do texto, me fez repensar sobre a importância de tudo ao nosso redor.
    vixeemenina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse tipo de reflexão deveria ser de lei, às vezes até conseguimos aprender alguma coisa valiosa com elas ♥

      Excluir
  9. Menina, me identifiquei com teu texto! Nesse exato momento estou passando por uma fase de "deixar uma pessoa ir" e estava bem tranquila reparando como o seu texto coincide com meus pensamentos até chegar na parte sobre o movimento do olhar e a mentira, e não é que é verdade? Até a parte do adivinhar as falas eu me identifiquei, são tantos casos que acontece com a gente que ficamos espertos. Corações quebrados que vão se reconstruindo com o tempo.
    Beijos

    www.Juhlihipy.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então deixe ir mesmo. Deixe que fique bem longe. Tenho certeza de que se realmente for pra ser, vai ser, caso contrário, tem alguma coisa bem melhor preparada pra ti. Nós ficamos mais espertos, sim, acabamos entendo o famoso jogo de sentimentos. Uma hora fazemos por merecer ♥

      Excluir
  10. Nossa, minha vida num post! Estou muito nessa vibe go away! Você escreve muito beeeeem!
    Abraços! 💚

    www.somenteonecessario.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa vibe de deixar a porta aberta é muito boa ♥ Obrigada, moço.

      Excluir
  11. Só li verdades. Nós queremos forçar uma pessoa, que não é merecedora da nossa atenção, em nossas vidas e deixamos partir aquelas que dariam tudo pra estar ao nosso lado.

    http://www.episodiodehoje.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só li verdades foi no seu comentário. Deixamos passar muitas pessoas bacanas por quem não vale nem metade do sentimento que carregamos. Infelizmente esse fato é verídico.

      Excluir
  12. Que texto maravilhoso!! E só tem verdades mesmo, às vezes é melhor deixar ir, do que ficar sofrendo por alguém que está aqui e não está ao mesmo tempo! ♥

    Beijos,
    www.notavelleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ter alguém ao lado que está e ao mesmo tempo não está presente é um verdadeiro martírio. Há quem diga que isso não importa, mas é indispensável. Joguinhos nunca levam a lugar nenhum. Obrigada, moça ♥

      Excluir

Design e conteúdo por Kelly Mathies | Tecnologia do Blogger | Com amor ❤