02 março 2016

Então, que seja doce

Eu tenho sentido falta de muitas coisas ultimamente. Minha nostalgia anda cada vez pior. Às vezes, tenho a sensação de que alguém chega de mansinho e coloca o dedo na ferida de propósito para fazer doer um pouco mais. E dói mesmo. Só que essa amargura toda não cabe aqui dentro do peito. Sabe, eu sempre acreditei que a energia de uma pessoa é o real motivo pelo qual ela está passando por momentos bons ou ruins. Se você pegar toda a negatividade ao seu redor e guardar para si, não vai sobrar lugar para as coisas boas, entende? Depois de um tempo quebrando a cara, finalmente aprendi a filtrar, mas sei que de vez em quando esquecemos disso e partimos para queda livre. Por sorte, alguma coisa sempre nos puxa de volta e impede que a queda seja infinita.
Hoje finalmente consegui me encontrar nessa confusão, senti uma vontade indescritível de fazer as coisas ficarem bem. É que eu não combino com essa coisa ruim que anda me engolindo aos poucos. Não sei viver com base naquilo que os outros esperam de mim. Nem sempre vou estar cem por cento, ninguém consegue ser assim. Ser de ferro. Ter um coração de pedra. Até o homem de lata encontrou uma forma de amar, não é? Eu sou um excesso ambulante. Sinto demais, me expresso demais, me machuco demais. As manchas roxas externas nem sempre são feitas de desastre. Todo mundo sabe disso. Há inúmeras delas espalhadas pelo meu corpo. Sei exatamente de onde vieram. Sentimentos acumulados.

Acendi um incenso de morango pela casa e fiz questão de fazer uma prece. Que toda essa energia negativa vá embora. Que passe pela porta da frente junto com a fumaça e se perca nas nuvens lá de cima. Pode chover, eu não ligo. Que caia uma tempestade. Sei que isso vai acontecer, mais cedo ou mais tarde, mas não tenho grandes expectativas. Definitivamente deixei a alma transparente, e que ela fique assim por um bom tempo. Que a leveza se torne indispensável para qualquer um. Que seja doce.

Que todo dia seja um motivo a mais para sermos gratos. Que um tempo nublado não seja motivo para deixar o sorriso guardado em casa. Que as horas passem mais devagar para podermos ver cada detalhe. Que o mau humor não faça morada. Que a alma pesada seja lavada com um banho de chuva fresquinho. Que depois de um tempestade tenha um arco-íris pintado no céu. Que aquele preto e branco minimalista dê lugar de vez em quando para uma cartela de cores vibrante. Que possamos contar os minutos para ver alguém especial. Que aquela mensagem de texto inesperada transforme o dia. Que aquela forcinha para que dê tudo certo seja com fé. Que o brilho nos olhos nunca se perca. Que nossos sonhos sejam maiores do que o medo. Que seja doce a partir de hoje.

24 comentários:

  1. Muito bom o texto, não sei se eu ando meio que precisando ler certas coisas mas parece que tudo me dá uma sacudida diferente..."Que todo dia seja um motivo a mais para sermos gratos. Que um tempo nublado não seja motivo para deixar o sorriso guardado em casa. Que as horas passem mais devagar para podermos ver cada detalhe. Que o mau humor não faça morada. Que a alma pesada seja lavada com um banho de chuva fresquinho. Que depois de um tempestade tenha um arco-íris pintado no céu." Assim... Exatamente assim, como uma prece, que seja mesmo tudo doce. Parabéns pelo texto kell.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é muito bom, moço. Quando nos identificamos com algo, significa que estamos nos encontrando. Fico muito feliz que tenha gostado, e que seja assim mesmo ♥ Acho que quando a gente acredita muito em uma coisa, ela se torna real. Que seja uma prece então.

      Excluir
  2. Você escreveu isso pra mim?
    Tinha esquecido como era maravilho ler o que você escreve!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, quem dera poder ler pensamentos ♥ Obrigada, moça.

      Excluir
  3. Eu, sinceramente, fico fascinada e impressionada com seus textos. Eles sempre me descrevem tão bem. É tao maravilhoso. É tão bonito ler algo que não saiu da minha cabeça, mas me descreve perfeitamente. Confesso que ando bem mal em relação a algumas coisas e parece que a negatividade está morando em mim. Quero muito mudar isso e não vejo a hora de poder dizer "Esta sendo doce".
    Amei seu texto...mais uma vez!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, muito obrigada ♥ É tão bom saber que gosta. Espero que você fique bem, que consiga arranjar um jeito de olhar por outro ângulo e ver algo de bom sair disso. Manda tudo que for negativo para bem longe, e torce para que as coisas deixem de ser amargas.

      Excluir
  4. Cada texto teu aquece um pouco mais meu coração de algum jeito.
    Que seja doce, a vida, o mundo, o sorriso... enfim, tão doce como a autora que escreve. Lindo texto, sem palavras Kelly! <3
    "Eu sou um excesso ambulante. Sinto demais, me expresso demais, me machuco demais. "

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom Gabi, fico feliz com isso ♥ Que seja doce mesmo, incomparavelmente açucarado. Muito obrigada, mesmo.

      Excluir
  5. Não sou dessas que me entrego a qualquer coisa, mas sou das que sente infinitamente quando me entrego. Acho que minha mente me protege na maioria das vezes, sendo racional e me fazendo passar épocas sem fim sentindo nada, porque, quando sinto, a dor é quase física. Não sei ser meio termo.

    Às vezes, é melhor não sentir nada. Às vezes é melhor expulsar aquela pessoa que o coração quer por perto, mas não faz bem. Se não faz bem, não devemos deixar ficar.

    Lindo texto. Texto doce.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, somos duas então. Aquela mania de se fechar para tudo e carregar um punhado de sentimentos no peito. E pior ainda é quando decidimos deixar a armadura de lado e tudo despenca ao nosso redor. Tudo magoa. É bom ser assim, e ruim também. Espero um dia poder aprender a ser equilibrada quanto a isso. Muito obrigada, moça ♥

      Excluir
  6. Primeiro: Que saudade do tamanho do mundo desse cantinho, dessas palavras, dessa simplicidade, desse amor.
    Segundo: O blog mudou? Ficou tão charmoso.💜
    Terceiro: Que texto maravilhoso moça, juro que foi como arrancar as palavras aqui do peito.
    Que bom poder voltar e ler esse tamanho de mundão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Cami, como é bom ter você de volta ♥ A roupinha do blog sim, já estava na hora de mudar um pouquinho. Fico muito feliz que tenha voltado, espero poder ver seus textos logo. Obrigada pelo carinho, moça.

      Excluir
  7. É de tanta profundidade e leveza esse seu texto, Kelly! Sabe quando parece que alguém escreveu algo que você precisava ler? Você sempre faz isso! Já está compartilhado na minha timeline! Beijos!
    Blog Vintee5 | Canal Vintee5

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awn, muito obrigada ♥ É bom saber disso, que te descreveu, que te fez sentir. Fico feliz que tenha curtido.

      Excluir
  8. Tu escreveu exatamente tudo o que eu precisava ler nesse exato momento. Infelizmente não estou passando por um momento muito bom, estou frustrada com algumas coisas e parece que tudo pesa ao redor. Espero que essa fase passe logo. E teu texto já deu um jeitinho de fazer eu me sentir melhor, como sempre ♥ "Definitivamente deixei a alma transparente, e que ela fique assim por um bom tempo. Que a leveza se torne indispensável para qualquer um. Que seja doce."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Mari, espero que você fique bem. Às vezes precisamos passar por determinados momentos para entender algo mais para frente. Que esse peso que você anda sentindo fique bem longe ♥ Muito obrigada pelas palavras.

      Excluir
  9. Que texto maravilhoso e leve, combinou perfeito com meu sábado nublado ♡

    Meu Mundinho de Sofia

    ResponderExcluir
  10. Que texto indescritível.
    É sempre um abraço gostoso quando venho aqui revirar teus arquivos em busca do que escreveras. Eu digo que são tapas na cara porque sinto-me acordando, mas na verdade são mesmo abraços amigáveis que mudam nosso dia, sabe? É como se sempre escrevesse aquilo que preciso ler. Obrigada por isso.
    Texto lindo.
    Mil beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah Beca, fico muito feliz com isso, sério ♥ Eu escrevo querendo abraçar todo mundo mesmo, então esse feedback é lindo demais. Às vezes a gente precisa de alguns tapas, não é? Acordar pra vida. Obrigada, moça.

      Excluir
  11. "Eu sou um excesso ambulante. Sinto demais, me expresso demais, me machuco demais." Que delícia de texto. Amo exageros, sou exagerada, sou extremo, sou intensa. Acho que nós escritores sempre os somos um pouco! Lindo texto. Lindo.
    Achei as Palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que é isso mesmo, moça. Quando escrevemos, transbordamos por aí, às vezes querendo que alguém note as palavras, outras só para aliviar mesmo. Talvez ser um excesso não seja lá umas das melhores virtudes, mas é uma das que mais admiro nas pessoas ♥

      Excluir
  12. Não conhecia seu blog sabia mas eu amei seu cantinho e sua forma de se expressar. Lindo texto! Muito acolhedor! bjs
    www.pilateandosonhos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, eu fico muito feliz que tenha se sentido bem por aqui ♥ Obrigada. moça, seja bem-vinda.

      Excluir

Design e conteúdo por Kelly Mathies | Tecnologia do Blogger | Com amor ❤