05 fevereiro 2015

Isso é sobre saudade, eu acho

Uma das coisas mais difíceis em perder alguém, é saber lidar com a quantidade de dias que virão pela frente. É saber lidar com a saudade desenfreada, com o coração apertado e os olhos carregados de lágrimas. É saber lidar com palavras de conforto que não confortam, vindo de pessoas que não estão interessadas na sua dor. E tudo isso não se encaixa somente no quesito afastamento, mas também quando se trata da morte. Quando você tem noção de que aquele alguém foi embora para sempre, e nada nem ninguém poderá mudar isso. Me desculpem os termos depressivos, mas tudo isso existe, está aí para ser vivido, e para ser escrito.
Só agora tive coragem para transformar minhas noites mal dormidas em frases complexas. Só agora eu consegui cair na realidade. Parece algo surreal, algo que não tem um contexto óbvio. Recebi um banho de água fria. Dizem que não damos valor enquanto temos, e talvez isso seja uma verdade universal em algum momento da vida de todo mundo, mas talvez também seja somente um tipo de defesa. Eu nunca vou entender completamente o sentido dessas coisas, mas hoje posso dizer com convicção, de que tenho saudade.

Como diz uma das minhas escritoras favoritas: "Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença, mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco". É uma frase da Clarice Lispector, mas resume meu momento por inteiro. Sem tirar nem pôr, isso é exatamente o que venho carregando aqui dentro do peito. Porém, se meus textos não forem contraditórios, eles não são meus, não é mesmo? Eu estou feliz por tê-la perdido. Seria egoísmo da minhas parte prendê-la, resgatá-la ou a querer mesmo sabendo de todo sofrimento. Seria egoísmo de qualquer um, querer isso. Eu não sei, me sinto dividida entre a felicidade e a saudade.

A morte não é necessariamente o maior problema do ser humano, pois há muitos outros por aí que merecem uma atenção maior. "Eu prefiro morrer, do que perder a vida", nunca entendi muito bem essa expressão, e por mais errada que ela seja, agora eu consigo a interpretar. É preferível encarar a morte logo de cara, se sua intenção não for viver de verdade. É preferível você partir dessa para uma melhor, caso esteja disposto a deixar sua vida passar diante dos seus olhos. É uma ironia ridícula, mas quem discordará? Será que existe alguém louco para isso?

Eu vou continuar por aqui, como sempre fiz. Ela vai estar lá, como daqui em diante será. Tons solenes não fazem parte disso. Pode estar fora do alcance da minha visão, mas não está fora dos meus pensamentos. Não carrego coisas sombrias, não tem nada a ver. Também não levo arrependimentos. A vida continua, como sempre vai ser. Fica um vazio por um tempo, um buraco mal preenchido, pertences que não serão mais tocados, frases não ditas e uma saudade enorme. Não sei ao certo se esse texto é sobre sentir falta, mas não há nenhuma outra palavra que me represente. Descarrego um peso das minhas costas conseguindo botar tudo isso em papel. Descarrego esse sentimento, e tudo que vem junto dele.

22 comentários:

  1. Me emocionei com seu texto. Delicado. Dolorido. E belo.
    Eu não sei lidar com perdas, nunca perdi alguém tão próximo, e só de imaginar meu olhos ficam marejados, eu definitivamente não sei lidar com a dor. Terei problemas futuramente...

    Você escreve muito bem, parabéns.

    www.tendadoslivros.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um tanto quanto complicado, mas você acaba aprendendo a suportar. Obrigada ♥

      Excluir
  2. Voce escreve com a alma...lidar com a perda e algo muito dificil, acho que o dia que isso me acontecer vou ficar sem chao!
    beijos!
    blogdakarulina.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada ♥♥ Acho que você vai perdê-lo no momento sim, mas vai recupera-lo mais rápido do que pensa. Acontece.

      Excluir
  3. Eu não sei quem você perdeu, mas senti tua dor aqui. Sei o que é perder alguém, e é algo que estamos longe de sabermos lidar, realmente. E o ruim da saudade é exatamente isso, não é só uma questão de não saber lidar, é uma questão de lógica, simplesmente não tem o que fazer, você nunca mais vai ver, e morte não é como alguém que se muda ou vai para longe, é algo que nada que você faça pode mudar. Palavras duras, sim, mas como você disse, é a realidade, e a unica coisa que podemos fazer, é enfrenta-la. Lhe desejo força, e que sempre consiga seguir em frente, apesar de qualquer perda. Beijo e lindo texto, escrito com a alma!
    Desfocando Ideias

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que é a única alternativa. Suportar e seguir adiante, porque não há voltas ou recomeços quando se trata disso. Lhe desejo força pela sua perda também (sim eu leio seu blog e vi seu texto sobre "Ohana"). Obrigada pelo carinho ♥♥

      Excluir
  4. Entendo bem o que é isso. /:
    Só de pensar que já fazem 10 anos que perdi meu pai, percebo...
    Enfim, adorei teu blog! :D
    Bejhones!

    4sphyxi4.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinto muito pela sua perda. Que bom que gostou daqui, obrigada ♥

      Excluir
  5. Kelly estou começando a conhecer o seu blog agora. E acredite vou fazer outras visitas e nem sempre vou comentar, mas sempre vou visitá-la. Gostei muito do post. Apesar de não saber exatamente quem você perdeu. Eu sei o quanto as perdas são dolorosas. O mais importante é agradecer.(Não sei qual é seu tipo de crença e não estou aqui para especular ou definir o que você tem que acreditar). As pessoas importantes sempre deixam as melhores heranças para nós que são momentos felizes, são bons exemplos que carregamos para a vida toda. Foi assim que aprendi a lhe dar com perda da minha melhor amiga que é a minha vó Célia. Bem isso. Foi conhecer seu blog e me deparei com post maravilhoso, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha se sentido bem por aqui, será muito bem vinda. Coincidência ou não, minha perda também foi a minha vó. Mas os momentos felizes ficam sim, com toda certeza. Obrigada pelo carinho ♥♥

      Excluir
  6. O texto está tão sincero, tão profundo que me fizeram trazer à memória algumas perdas que tive de passar, uma em especial me deixou completamente sem chão, abalada, desestruturada, desacreditada. A pedir há mais de cinco anos, e só de pensar em tudo que fizemos juntas, em tudo que ela me falava me dá um nó na garganta, meu coração aperta e o pesar chega junto, eu era pequena mas lembro de cada detalhe com nitidez. Nunca soube lidar com perdas, a morte é um ponto fraco.

    Fica com deus! www.blogbrightwords.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sinto muito por tocar em suas lembranças, sei que não é algo muito bom, mas concordo quanto ao fato de ser um ponto fraco, porque realmente é. Destrói qualquer um. Mas enfim, precisamos é de mais coisas boas ♥

      Excluir
  7. Eu simplesmente amei esse texto. Saudade é uma dor muito ruim, e só de pensar que não podemos trazer a pessoa como antes é terrível. Amei o blog e com certeza estou seguindo. Mil beijosss
    http://beatrizconceicao2018.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Bia. Obrigada pelo carinho ♥♥

      Excluir
  8. Eu sou suspeita pra dizer que amei o seu texto, pois eu sempre acabo me encontrando em todos eles... Eu não tenho nada pra dizer nesse momento, pois você já disse tudo, só posso dizer que a saudade machuca muito, mas o tempo vem nos mostrando que ele sempre pode curar tudo, até a saudade, que por um longo período parece ser algo incurável. Bjs Kelly ♥

    www.pumpcolor.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que linda ♥♥♥, eu concordo, com o tempo aquele buraquinho vai se fechando e aí só nos restam as boas lembranças. E eu fico imensamente feliz em saber que gostas dos meus textos ♥

      Excluir
  9. Perder alguém é doloroso e cruel. Sei que meu pensamento é muito contraditório, afinal, sou bióloga e aparentemente eu deveria entender perfeitamente o ciclo da vida. Aprendi em todas as séries de escola que tudo nasce, cresce,reproduz e morre. Pra mim é difícil, não sei compreender o porque é necessário que aquela pessoal especial, que é sua companheira de todas as horas, que você ama e que te ama também, que te faz feliz, tem que partir. Partir muitas vezes sem explicação.

    Escrevo isso com a saudade querendo escorrer pelos olhos. E tenho certeza que, mesmo que dia após dia esse sentimento fique menor, a saudade será eterna.

    Força, querida!
    beijos
    http://jurodemindinho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também não entendo o motivo disso, mas acho que é justamente para darmos valor quando a temos por perto. A saudade é eterna mesmo, não há quem discorde ♥

      Excluir
  10. Nossa.. meu coração <3
    Cara, você é muito boa, de verdade. Ao mesmo tempo que saudade acaba sendo uma sensação boa, é tão ruim... e dolorosa.
    Se esse foi um desabafo, que Deus conforte seu coração. Você é mais forte que tudo.
    Beijos, e bom dia pra tu :')
    http://sonhosdalori.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma contradição enorme, não é mesmo? Fico feliz que tenha gostado, e obrigada ♥

      Excluir
  11. Saudade de alguém que já se foi é uma das piores saudades. Sim, eu tenho uma escala com graus de saudades rs. O pior de tudo é ter a sensação de que qualquer hora a pessoa vai voltar, mas você sabe que não. Apesar de entender o ciclo da vida, que tudo tem um começo, meio e fim, eu nunca vou me acostumar. Lindo o texto, apesar de não comentar sempre eu sempre veio ver seu bloguito, é um dos meus preferidos. <3
    Garota Fashion

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei que fosse somente eu que tinha essa tal escala iuhaeiuae. Acho que ninguém nunca vai se acostumar, é algo que não tem um contexto. Ah, que linda ♥, muito obrigada ♥♥

      Excluir

Design e conteúdo por Kelly Mathies | Tecnologia do Blogger | Com amor ❤