23 janeiro 2015

Me desculpe, mas sinto tudo

Pela manhã, ouvi sussurros de pessoas constrangidas com sentimentos mais íntimos. Ouvi frases de que o amor não se deve espalhar pelos quatro cantos, pois nem todo mundo carrega isso consigo. Ouvi palavras limitadas de que a tristeza é passageira, portanto ela não deve ser demonstrada. Ouvi diálogos repulsivos de que nada mais se conquista se não for na ilusão. Mas aí fiquei pensando, que talvez eu seja uma completa estranha nesse mundo à fora. De que, talvez, os indivíduos tenham se esquecido o que realmente é importante, tenham superado as dores emocionais, ou apenas colocado-as em pequenos potinhos na cabeceira da cama.
Fiquei um longo tempo apenas digerindo meus próprios pensamentos. Sabe, eu não sou a pessoa mais amorosa do mundo, demoro séculos para falar um "eu te amo", minhas mostras de afeto são inesperadamente diferentes e dificilmente transpareço algo sentimental, mas eu dou um valor enorme para uma carta bem escrita, para um mimo surpreendente, para uma palavra mais íntima. Só não sou transparente com relação à isso, assim como muita gente por aí. Nunca me dei bem em relacionamentos por causar uma má impressão nesse sentido, mas garanto que ninguém que passou por mim, se deu ao luxo de perceber os detalhes. Todos estão tão preocupados com a reciprocidade, que esquecem de enxergar mais fundo, esquecem de ver as pequenas coisas.

Penso eu, que nem todos são iguais. Alguns conseguem se sentir muito bem, obrigada, com o coração aberto. Outros não aprenderam a tão famosa habilidade de traduzir o que sentem. Ainda há os que não se importam com nenhum dos lados, pois, para eles, o necessário é dar e receber. E um último caso, que são daqueles que travam de medo na hora de dizer algo, mas se expressam melhor com uma atitude. Sempre me encaixei nesse grupo. Admito que sou uma grosseria em pessoa, e a ironia anda do meu lado, mas tem vezes que eu abaixo a guarda. Tem gente que me faz remover as armaduras, então conseguem enxergar uma grande manteiga derretida. Uma comparação ordinária, mas verídica. E por mais ridículo que isso pareça, conheço uma grande maioria que segue o mesmo ritmo.

Aos que dizem por aí que os sentimentos são um fardo para se carregar sozinho, me desculpem o sarcasmo, mas eu não sabia que relações eram compostas somente por um indivíduo. Sinto muito, mas eu realmente sinto de tudo. Li uma vez que depois que criaram a palavra "desculpa", ninguém toma cuidado com os outros, porque há uma maneira absurda de pisar na bola e pedir perdão, e fazer isso diversas vezes. E repetir. Não existe mais aquela sensação de que os erros são frutos do desconhecido. Todos sabem muito bem a consequência de uma escolha errada, e ainda sim, insistem em forçá-la, apenas para ter orgulho de dizer um "me desculpa, eu não fiz por querer". Isso não cola mais comigo. A diferença entre esses dois tipos de pessoa é gritante, e consegue-se ver à olho nu cada ponto que os tornam opostos.

Me desculpem, aqueles que não gostam de uma dose de amor diária, mas eu sou uma fã assumida de um bom agrado. Me pego com um sorriso bobo no rosto quando recebo uma mensagem bonita. Pulo de alegria quando vejo que o carinha que eu gosto me respondeu. Faço drama por qualquer palavra mais seca de alguém próximo. Choro sim pelas decepções. Fico noites em claro fazendo uma história enorme na cabeça, mesmo sabendo que ela nunca vai ser real. Quero ter o tão falado final feliz, um dia. Eu sou boba, acredito em coisas sobrenaturais, acredito em contos de fadas, acredito em pessoas boas. Me desculpem, mas eu guardo muito sentimento aqui dentro. Eu sinto muito.

24 comentários:

  1. Perfeito Kelly....Sei exatamente o que quis dizer, senti cada palavra...E eu também moça, eu também sinto muito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos dois sentimentais então. Obrigada ♥

      Excluir
  2. Dose de amor diária foi esse seu texto, querida!
    Muito bonito e muito instigante.

    Adorei!
    E o tal do "desculpa, desculpa, desculpa, desculpa" me irrita também! A última pessoa que me pediu desculpas por erros repetidos eu mandei ir a Meca (pra não falar outra coisa).

    Beijo!


    Marina
    espelhoepassarela.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jura que foi sua dose? Coisa linda ❤ Concordo com o negócio de mandar pessoas desse tipo para bem longe.

      Excluir
  3. Kelly, eu amo os seus textos, debates, amo seu blog, está de parabéns! Tudo de bom ♥

    // http://diamante-colorido.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que linda gente ❤ Muito obrigada pelo carinho, de verdade.

      Excluir
  4. amei o texto, lindo de viver....

    Todos somos diferentes msm e ainda acredito no amor e nas pessoas, cada um demostra como pode ou sabe nem por isso é mais ou menos que outros!!!

    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obirgada ♥♥, eu também acredito no amor, mas nas pessoas já é um outro caso. Dizem que quem sente muito, tampouco demonstra em excesso em comparação aos que se dizem gostar. Há muita implicância no meio, mas acredito nisso.

      Excluir
  5. Eu adorei se texto, me encaixei muito nele. Parabéns e continue escrevendo coisas lindas assim
    Beijo
    Completou.blogspot. com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, fico feliz que tenha se encontrado ♥♥

      Excluir
  6. Que lindo *-* suas palavras tocaram :]

    meucoracaoliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Você parece escrever com uma facilidade... Faz tempo que não escrevo um texto. Mas quero voltar a escrever :D Beijos lindona, fique com DEUS♥

    http://blogonovodedeus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem dias que as palavras flutuam mesmo, outros nem tanto. Volte sim, é uma fuga ótima ♥

      Excluir
  8. Me identifiquei demais com o último parágrafo. Parece que foi escrito por mim, Eu também sinto muito, porém só sinto mesmo. Tenho mania de absorver sentimentos durante o dia e chegar em casa com aquilo tudo pra mim, só pra mim, se é que você me entende. Agora com o blog é que estou conseguindo espalhar um pouco.
    Beijo,
    www.domingodeinverno.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo e estamos juntas nessa história. Também tenho esse costume, mas ando aprendendo um pouco a dividir com as outras pessoas, por mais que gere aquele medo. Fico feliz que esteja se abrindo com o blog, isso é muito bom ♥

      Excluir
  9. Não sei amar em gota gotas, ou amo tudo, ou amo nada, E nem sempre confesso, mas sinto.
    "Me desculpem, aqueles que não gostam de uma dose de amor diária, mas eu sou uma fã assumida de um bom agrado."
    Texto bom demais, você tem facilidade com a escrita.
    http://www.novaperspectiva.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sou assim, é 8 ou 80, e confesso que gosto disso até nas outras pessoas, porque você consegue separar aqueles que se importam daqueles que não estão nem aí. Muito obrigada ♥

      Excluir
  10. Um certo alguém me disse, um dia, que na vida não se pode ser 8 ou 80, mas não sei ser diferente. Muita gente também se espanta com o fato de se depararem com uma 'armadura' que eu demonstro aos de fora e, no fim, conhecerem a manteiga aqui....

    Acho que a vida me fez ser assim: alguém que é durona por fora e que só demonstra a verdadeira personalidade pros que merecem.

    Seus textos são meus favoritos.
    beijos
    http://jurodemindinho.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, sou exatamente como você. O pior de tudo é que algumas pessoas ainda têm coragem de dizer que sou ignorante com todo mundo. Pouco me conhecem haha. Obrigada pelo carinho ♥♥

      Excluir
  11. Ameiii!! Adorei a forma que você escreve, uma linguagem impessoal e intrigante, adorei! E me identifiquei muito também! Parabens!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, de verdade. Ganho meu dia quando leio um comentário assim ♥♥

      Excluir
  12. Me identifiquei demais demais! Nossa, acho que faço parte desse grupo! Sinto muito! E virei sua fã! Gente, como não esbarrei nesse blog antes?! Escolheu o curso certo, você lida muuuito bem com as palavras!
    Beijo
    http://oteoremafeminino.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você também faz, estamos juntas então haha. Que amor ♥, fico super feliz que tenha gostado do blog, e de mim, porque isso é raro. Muito obrigada pelo carinho ♥

      Excluir

Design e conteúdo por Kelly Mathies | Tecnologia do Blogger | Com amor ❤